Quando você pensa em vegetariano, provavelmente a primeira coisa que pensa é em salada. A maioria das pessoas imagina a dieta vegetariana como sendo similar a dieta de alimentos crus. Isso não poderia ser mais distante da verdade. De fato, os vegetarianos aproveitam uma grande variedade de alimentos e pratos, a dieta é bem menos restritiva que outras dietas populares.
Em média, o peso que se perde durante o nosso programa de jejum e desintoxicação é entre 0,25kg e 0.5kg por dia. Algumas pessoas perdem mais, outras menos. Infelizmente, parece que aquelas pessoas mais desesperadas para perder peso, e que já tentaram muitos tipos de programas diferentes, acabam por ser aquelas com mais dificuldades em se livrarem dos quilos a mais. O nosso corpo é extremamente inteligente, e se já experimentou um ou mais programas de dietas, ele aprende a sobreviver com um mínimo de energia e quando é privado de alimentos entra num modo de sobrevivência e torna-se muito mais difícil perder peso.

abóbora acompanhamentos amêndoa antioxidantes arroz avelâ azeite bacalhau bolos e bolachas carne chocolate coco couve-flor curgete diabetes dieta entradas farinha de coco frango frutos vermelhos gorduras hipertensão arterial hormonas Insulina lanche leite de coco linhaça low carb manteiga mitos Natal noz ovos paleo pequeno-almoço perda de peso proteína pão refeição principal saudável sem glúten sobremesas sono sopas óleo de côco


Recentemente, ele assinou uma revisão de estudos sobre o método. “Temos pelo menos seis trabalhos na literatura apontando que o jejum intermitente previne ou reverte aspectos como gordura abdominal, pressão alta e resistência à insulina”, cita Manfredi. Entre as teorias por trás disso está a de que a prática melhora a forma com que o corpo usa as gorduras para gerar energia e propicia um alívio nos processos inflamatórios.
O especialista afirma que uma das vantagens do jejum é que a queima de gordura ocorre sem a perda da massa muscular, também conhecida como massa magra. “A massa é mantida porque o jejum eleva o hormônio do crescimento e isso previne qualquer queima de músculo”, diz ele. Polesso explica que o músculo é um tecido metabolicamente ativo, ou seja, ele consome energia e caloria somente por existir. “Perder massa muscular não é adequado para o processo de emagrecimento.”

“As dietas vegetarianas já provaram ser mais eficazes para a perda de peso. Contudo, também demonstramos que uma dieta vegetariana é muito mais efetiva para a redução da gordura muscular, logo, melhorando o metabolismo”, constata a pesquisadora que liderou o estudo, Hana Kahleová, Diretora de Pesquisa Clínica do Comitê de Médicos para uma Medicina Responsável – organização sem fins lucrativos.
“Durante a dieta, eu tomava o chá verde Dr. Dukan todos os dias. Não tinha um horário específico, mas gostava de tomar pois sentia os efeitos estimulantes e termogênicos da pimenta caiena. Gostei tanto que continuo tomando o chá mesmo depois de ter terminado a Dieta Dukan. Sinto uma disposição maior quando tomo o chá, isso às vezes me ajuda a fazer as atividades físicas do dia”, relata Adriana.

Você pode controlar sua própria perda de peso comendo menos calorias e se exercitando mais (como por exemplo: nadando para perder peso). A Dieta Vegetariana é muito mais fácil de adaptar a suas necessidades. É importante ressaltar que enquanto comidas como batatas fritas ou donuts são tecnicamente vegetarianas, comer muito desses tipos de alimentos pode levar a perder peso ou melhorar sua saúde. Como em qualquer dieta, os tipos de alimentos em seu cardápio vão afetar significantemente sua dieta.
O chá verde possui forte ação termogênica. Isto ocorre por dois motivos. Primeiro, a bebida conta com cafeína em sua composição que tem efeito estimulante e contribui para a queima mais intensa de calorias, especialmente de gorduras. Além disso, o chá verde possui polifenóis que inibem a ação de uma enzima chamada catecol-O metiltransferase microssomal hepática. Quando a ação desta enzima é impedida a termogênese aumenta.
×