É preciso ter extremo cuidado para aliar o jejum ao exercício. O ideal seria que os períodos de jejum ao longo do dia estivessem distantes dos momentos reservados para a atividade física, já que essa dieta prejudica a oferta de energia necessária para realizar  um exercício e mesmo para se recuperar depois dele. Além disso, por lógica, uma dieta muito restritiva ou de período prolongado acaba comprometendo a ingestão de alguns nutrientes, o que estimula a perda de massa magra --isto é, de musculatura.
Ingestão em horários determinados. Os carboidratos complexos (arroz integral, feijão, aveia) podem ser consumidos antes das 18h (em geral, comer tarde da noite não é aconselhável). Os carboidratos simples, no entanto, devem ser consumidos apenas depois da prática de exercícios físicos. Quando o corpo ainda está se recuperando da sessão, os carboidratos simples (o bom e velho açúcar) são armazenados como glicogênio e não como gordura. Caso contrário, eles devem ser evitados.

Ingestão em horários determinados. Os carboidratos complexos (arroz integral, feijão, aveia) podem ser consumidos antes das 18h (em geral, comer tarde da noite não é aconselhável). Os carboidratos simples, no entanto, devem ser consumidos apenas depois da prática de exercícios físicos. Quando o corpo ainda está se recuperando da sessão, os carboidratos simples (o bom e velho açúcar) são armazenados como glicogênio e não como gordura. Caso contrário, eles devem ser evitados.
— Por não consumirem produtos de origem animal, vegetarianos não comem gordura saturada e, portanto, acumulam menos calorias. Para ter ideia, um grama desse nutriente tem 9kcal. Vegetarianos ainda comem mais fibras de frutas, legumes, verduras, cereais integrais e leguminosas; e as fibras saciam. Então a ingestão de calorias total do dia é pouca — explica Marcela. — Um fato que sempre achei, e que o artigo mostra, é que vegetarianos são mais preocupados com a qualidade de vida. Isso também ajuda a emagrecer.
Assim, sempre que escolhermos um alimento rico em hidratos de carbono, devemos preferir vegetais, frutas da época (maçã, pêra, pêssego, morangos, citrinos), leguminosas (feijão, grão, lentilhas e soja) e cereais integrais (flocos de cevada integral, aveia integral, massas integrais, arroz integral e pão integral) e evitar cereais refinados, frutas tropicais e, obviamente, açúcar e doces.

“A dieta vegetariana provou ser a mais efetiva para a perda de peso. Nós mostramos que uma dieta vegetariana é mais efetiva na redução da gordura e, portanto, acelera o metabolismo. Esse achado é importante para quem está tentando perder peso, inclusive quem sofre de síndrome metabólica ou diabetes tipo 2. Mas é também relevante a todos que queiram cuidar do peso corporal e manter-se saudáveis”, diz em comunicado Hana Kahleová, diretora de pesquisa clínica do Comitê Médica para Medicina Responsável em Washington, Estados Unidos, e autora principal do estudo.
Quem gosta de ficar em forma sabe que o mais importante não é o número na balança e sim a porcentagem de gordura corporal. Um percentual "em forma" é de 21-24% para mulheres e 14-17% para homens, mas cada um tem seu próprio nível ideal. Independentemente de onde esteja agora, perder gordura corporal é um desafio puro e simples. Mas, com uma combinação de dieta, atividade física e hábitos conscientes de consumo de gordura, você pode chegar a seu percentual ideal.
Desde o início do século passado que os cientistas têm explorado a hipótese de que a redução calórica possa prolongar o tempo de vida das pessoas, bem como a sua qualidade de vida, resultando daí benefícios para a saúde em geral. Desde então, as conclusões associadas à redução de 30-40% da energia consumida mostravam que se podia prolongar a esperança média de vida em cerca de um terço, com uma clara redução também na incidência de doenças e seus factores de risco. Estudos mais recentes, dos últimos dez anos, têm vindo a confirmar e reforçar esta ideia, mostrando resultados na melhoria da sensibilidade à insulina, dos níveis de colesterol e da perda de peso, com regulação do controlo do apetite e da saciedade.

Quando a balança mostra uma queda no peso, esta pode estar relacionada à perda de líquidos corporais ou musculatura. "Para saber se houve perda de gordura corporal (que é o intuito do emagrecimento), é preciso uma avaliação minuciosa, na qual o profissional habilitado utilizará de alguns aparelhos para a avaliação, como adipômetro, fita métrica e bioimpedância (aparelho que mede percentual de gordura, massa muscular e líquidos corporais)", conta Raquel Pegoraro, nutricionista com especialização em nutrição clínica pelo GANEP.


Tenho apenas 13 anos e sou vegetariana por escolha própria, não conheço ninguém assim mais resolvi adiquirir a dieta pelo motivo principal de não querer colocar um animal morto no meu prato e nem colocá-lo na boca, devemos comer vida e não fazer do nosso corpo um necrotério, meus pais não aceitaram por acharem que uma dieta sem carne é prejudicial a saúde, mais na verdade é mais saudável, me sinto bem melhor em comer coisas que eu sei que vão me fazer bem mesmo eu muitas vezes nem gostando tando do sabor. Além disso eu tinha muitos problemas no estomago, mais eram piscicológicos, hoje melhoraram muito.


Dependendo da alimentação que fazemos podemos por vezes sentir que estamos mais gordinhas… mas na realidade o que estamos é mais inchadas…com retenção de líquidos, que faz com que o corpo pareça mais gordo. O excesso de sal e o facto de bebermos pouca água, por exemplo, são potenciadores desse efeito no nosso organismo, fazendo com que o corpo necessite de reter água.
Nos dias de jejum, os horarios das refeicoes ficam ao criterio de cada um. Michael Mosley optava por tomar o pequeno-almoco e jantar, com um intervalo de 12 horas. Mimi Spencer, por seu lado, fazia duas refeicoes e alguns petiscos. Nos cinco dias restantes, nao ha regras ou alimentos proibidos. A dieta destina-se a pessoas sem contraindicacoes, incluindo se sofrem de obesidade (com acompanhamento especializado) ou nao querem perder peso.
A autofagia (do Grego auto-, significa “próprio“, e phagein, significa “comer“) é um processo no qual o organismo se recicla a si próprio, garantindo a energia e “material” para o restauro celular. A autofagia é um processo fundamental na resposta do organismo ao stress, na eliminação de bactérias e vírus após infecções, no desenvolvimento embrionário e diferenciação celular e na eliminação de proteínas “danificadas” (fundamental para combater o envelhecimento e doenças associadas). A perturbação da autofagia está associada a doenças como a diabetes tipo 2, Parkinson, entre outras.

No que respeita à dieta alimentar e ao excesso de peso, o chá de gengibre pode atuar de duas maneiras diferentes; Por um lado, as escolhas alimentares pobres e um elevado tecido adiposo (gordura corporal) são mais propícios a ativar o sistema imunitário e aumentar a inflamação e a dor, neste caso, o chá de gengibre irá intervir na redução da dor e da inflamação em indivíduos que sofrem de dores crónicas e outras doenças mediadas pela inflamação.
Tudo levado em consideração, jejum é uma maneira efetiva de perder gordura corporal. Não é o único modo, e não é "obrigatório" para a abordagem primal, mas muitos na comunidade descobriram que é muito útil e a literatura os suporta. Se você está procurando acelerar a sua perda de gordura, jejuar pode ser o bilhete premiado. Para ter idéias, veja o meu artigo sobre vários métodos de jejum.
Pronta para ir atrás da flor? Calma, tem um detalhe importante: “O chá de hibisco é feito das flores e botões do Hibiscus sabdariffa, espécie diferente daquela ornamental, comum nos jardins”, alerta Maria de Fátima Ramos, médica homeopata e membro da Sociedade Brasileira de Fitoterapia (Sobrafito). Por isso, confira o nome científico da planta no rótulo. Outro detalhe: o chá sozinho, você sabe, não faz milagre. Ele deve ser associado a uma dieta. E não adianta tomar um chazinho para limpar o organismo e comer alimentos superindustrializados, cheios de toxinas.
Feito das folhas e botões mais novos, o chá branco é sua melhor aposta para reduzir a exposição a fluoreto comparado a outros chás emagrecedores. O chá branco é mais eficaz que o chá verde no combate a germes. Ele tem um efeito antibacteriano, antiviral e antifungos. O chá verde para a geração de novas células de gordura ao mesmo tempo que estimula a queima de gordura. As folhas podem ficar em infusão do que outros tipos de chá. É comum que fique em infusão por 1 a 10 minutos.
A principio, nos primeiros dias de jejum, não é recomendado treinar depois de muito tempo sem comer, sob o risco de sentir náuseas, fortes dores de cabeça e tontura. Após esse período de adaptação, muitos praticantes já relataram total tranquilidade para fazer o treino, dentro da janela ou não. Pode ser que seja questão de costume, pode ser que algumas pessoas não se adaptem. Alguns médicos, nutricionistas e educadores físicos tem defendido e estudado os treinos durante jejum. De qualquer forma, para nós, “meros mortais”, que treinamos apenas em busca de um corpo bacana, definição leve e saúde, e não profissionalmente, o ideal é tentar treinar sempre durante as janelas de alimentação. Vamos falar mais sobre isso logo a seguir.
Os pesquisadores analisaram 15 estudos feitos sobre as dietas vegetarianas ou veganas, e descobriram que estas levaram a uma perda de peso de mais de 3 quilos, independentemente da contagem de calorias ou de exercícios físicos. Entre os estudos, 11 diziam respeito a uma dieta vegana, exclusivamente, ao passo que os restantes se basearam em dietas vegetarianas.

Olá, Walmar Andrade! Tudo bem. Olha eu ameiii seus relatos, sua matéria. Bom, eu hoje peso 100 kg, isso me da depressão e quero muito perder peso urgente, pois, tenho apenas 1,62 de altura e isso me prejudica muito… Estou muito feliz por conhecer as possibilidades que a “Dieta Intermitente” nos oferecendo, então iniciei semana passada com 12 hs, agora com 18hs confesso que no início senti dor de cabeça, fraqueza, sono… e tc, mas agora me sinto melhor. Haa… estou fazendo zumba entrei na academia rsrsr 3x por semana. Obrigado pelos seus incentivos e sua força. Logo, logo posto aqui meus resultados.#tamojuntogalera!!!

Além dos benefícios para a saúde, vegetarianos também têm o benefício adicional de se sentir bem sobre suas escolhas alimentares. Muitos vegetarianos escolhe esse estilo de vida devido à sua aversão ao modo como a animais que fornecem a carne comercial são criados e mortos. A consciência das condições das fazendas gerou um surto de jovens adultos que estão escolhendo parar de comer carne para acalmar suas cinturas, assim como suas consciências.
A preferência é que coma normalmente nesse período, e o melhor é que o seu normal seja uma alimentação bastante saudável. Ainda assim, os estudos mencionados simplesmente não controlavam a alimentação das pessoas no período em que podiam comer. Se as pessoas comiam muito, pouco ou normal, é impossível saber. O fato é: as pessoas estavam livres para comer como quisessem na fase de alimentação, e os resultados foram positivos.
Esse grupo foi liderado pelo Dr. Neal Barnard, principal autor do estudo, presidente do Physicians Committee e professor adjunto de medicina na George Washington University School of Medicine and Health Sciences. Dr Neal tem advogado em favor das dietas vegetarianas e sido um defensor das organizações de bem-estar animal. “Esperamos que os prestadores de cuidados de saúde tomem nota e prescrevam esta abordagem aos pacientes que procuram gerir peso e saúde.”, afirmou Dr Neal.
O modo de preparo desse chá seca barriga é simples, tudo que você precisa fazer é colocar 200ml de água no fogo, assim que ela começar a ferver é preciso colocar 1 colher de sopa de hibisco na água e tampar a panela. Deixe a infusão descansar por até 10 minutos e depois é só beber ainda quente. O indicado é ingerir esse chá apenas duas vezes por dia.
×