Quem gosta de ficar em forma sabe que o mais importante não é o número na balança e sim a porcentagem de gordura corporal. Um percentual "em forma" é de 21-24% para mulheres e 14-17% para homens, mas cada um tem seu próprio nível ideal. Independentemente de onde esteja agora, perder gordura corporal é um desafio puro e simples. Mas, com uma combinação de dieta, atividade física e hábitos conscientes de consumo de gordura, você pode chegar a seu percentual ideal.

Essa banalização mostra o quanto é importante que reiteremos que o veganismo é um fenômeno ético e político diretamente ligado à libertação animal, e não uma “dieta boa para emagrecer”. Essa reafirmação precisa, como objetivo, impedir que o termo “vegan” perca seu significado libertário e sua carga de consciência política e seja rebaixado a um mero termo caça-níquel, a ser usado em prol de produtos de “boa forma” e da exploração aética do nicho de mercado “vegan-friendly”. Os Direitos Animais dependem da manutenção da força do veganismo como atitude ética e consciente.


Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!
Alguns estudos clínicos já publicados sugerem que ingerir a maior parte das calorias na primeira metade do dia parece ser mais favorável para perda de peso comparando duas dietas de idêntico valor energético e diferente distribuição diária. E na mesma linha, mais eficaz a garantir um bom controlo glicémico e perda de peso em diabéticos. Dados epidemiológicos também corroboram a hipótese de que um consumo energético elevado ao final do dia se associa a maior ganho de peso, mas sem considerar o aporte calórico diário total. O nosso organismo responde a biorritmos bem orquestrados e definidos a nível central pelo núcleo supraquismático sensível à luz, e a “relógios periféricos” regulados por inputs nervosos e estímulos periódicos, como o simples horário das refeições e até o seu valor nutricional. Respondemos diferentemente a uma refeição mediante a altura do dia em que é ingerida pois as respostas fisiológicas variam de acordo com o nosso ritmo circadiano. De manhã o efeito térmico facultativo das refeições é superior, e a tolerância aos hidratos de carbono maior devido à necessidade de reposição do glicogénio hepático, gasto no período nocturno. O modelo de IF não é rígido quanto ao período ideal de jejum, mas a verdade é que por comodidade a maior parte das pessoas opta por o fazer no período da manhã, quando deveria ser precisamente ao contrário.
Planeje a ingestão de carboidratos. É nessa parte que as coisas ficam um pouco confusas, já que há muitas escolas diferentes de pensamento quando se trata desse assunto. A polêmica dieta de Atkins prega a eliminação de carboidratos, pois isso leva à queima de gordura, mas é insustentável e questionável por que recomenda que se corte 60% da energia preferida pelo corpo. Outras estratégias:
Faça treinamento aeróbico cruzado. Há duas coisas que você precisa evitar: platô e tédio. Os dois são péssimos de formas diferentes. Qual a melhor forma de combatê-los? Cross training – ou treinamento cruzado. Isso basicamente significa que você vai praticar várias atividades diferentes, enganando sua mente e corpo. Sua cabeça não pensa: "Ai, de novo?!" e seus músculos não ficam acostumados e param de trabalhar.
“Os chás são uma ótima opção para ingerirmos a quantidade de líquidos mínima diária, principalmente para aquelas pessoas que têm muita dificuldade em beber simplesmente água. Contudo, alguns possuem realmente componentes auxiliadores num processo de perda de peso, como aqueles que garantem efeitos diuréticos“, explica à NiT Joana Nogueira, nutricionista na cadeia de ginásios Holmes Place.
Descanse. De verdade. Você pode estar se sentindo uma usina de energia que não pode ser parada, mas seu corpo precisa de descanso. Principalmente se você estiver se dedicando a levantar pesos como se fosse um profissional, os músculos precisam de tempo para regeneração. Tire um dia de descanso. Você não precisa ficar sentado no sofá o dia inteiro, mas deixe seu corpo se curar.
As frutas e grãos integrais são ricos em fibras, além de muitas plantas conterem antioxidantes, minerais e outros produtos químicos naturais que protegem a saúde. As fibras ajudam a retardar a velocidade com que a comida deixa o estômago e garante a boa digestão. Também permite que nutrientes suficientes sejam absorvidos enquanto o alimento se move através dos intestinos. Várias pesquisas têm relatado que o consumo de fibras ajuda na perda de peso.

Participaram do estudo 27 pessoas, que foram divididas em dois grupos que deveriam seguir a dieta 5:2 ou uma dieta diária de restrição calórica. Os indivíduos sob a dieta 5:2 comiam normalmente por cinco dias e nos dois dias de jejum consumiam 600 calorias. Já aqueles na dieta diária foram aconselhados a reduzir as calorias diárias: as mulheres ingeriram cerca de 1400 calorias, e os homens, aproximadamente 1900 calorias/dia.

Esse suco é bastante diurético graças à melancia e ainda funciona como um alimento termogênico, pois acelera o metabolismo. Isso acontece por conta do gengibre, raiz com diversas utilidades medicinais que é capaz de aumentar o gasto calórico em mais de 10%. Outra característica do composto é a desintoxicação do organismo, resultado da ingestão do manjericão.
Chá Preto possui Cafeína e ação termogênica – Cerca de 30 a 80 miligramas de cafeína existem quando você toma um gole desse chá. A cafeína ajuda na lipólise, que é a quebra da gordura corporal teimosa, a taxa de metabolismo aumenta promovendo queimaduras mais calóricas. A bebida também pode ajudar a aumentar os níveis de energia, o que significa que você pode se exercitar por mais tempo.
Você não tem que apenas eatwheatgrass, frutas e saladas quando você seguir uma dieta vegetariana. Há um monte de opções para você, então não se preocupe com este problema. Com a grande quantidade de sabores de plantas e receitas saudáveis ​​que você pode aprender a cozinhar estes ingredients.There muitas ofdishes você pode fazer com um pouco de criação. Você pode tentar uma receita nova marca a cada semana ou a cada dia se você tiver tempo, e você vai encontrar como é divertido se você começar a aprender uma nova refeição, além de um vegetariana e carne de combinação.
Uma menor porcentagem de gordura corporal tem benefícios de grande alcance em todo o corpo, principalmente na função cardíaca. De forma consistente, os estudos mostraram que as populações mórmons apresentam menor mortalidade cardíaca – geralmente atribuído ao fato de que as pessoas que seguem a religião não fumam, bebem ou comem grandes quantidades de carne. Além disso, os mórmons praticam jejum intermitente, o qual pode levar a uma redução nos níveis de colesterol – particularmente triglicérides, que o corpo usa para criar energia. Ter menos gordura corporal também tira tensão dos rins, reduzindo a pressão arterial e aumentando a produção de hormônios de crescimento no organismo. Combinados, esses benefícios maravilhosos podem significar uma melhoria significativa na função cardíaca.

O chá de Pu-erh previne a formação de células adiposas enquanto promove a oxidação de ácidos graxos no corpo. Estudos mostram que ele suprime a conversão de ácidos graxos em gordura e reduz a produção de colesterol. Isto acontece porque ele é rico em teanina, cafeína e catequinas, que são três substâncias conhecidas pela sua capacidade de queimar gordura e aumentar o metabolismo.


Tudo levado em consideração, jejum é uma maneira efetiva de perder gordura corporal. Não é o único modo, e não é "obrigatório" para a abordagem primal, mas muitos na comunidade descobriram que é muito útil e a literatura os suporta. Se você está procurando acelerar a sua perda de gordura, jejuar pode ser o bilhete premiado. Para ter idéias, veja o meu artigo sobre vários métodos de jejum.
Se tomar atenção á industria das dietas, provavelmente irá ouvir dizer que é muito fácil perder peso. Basta seguir uma determinada dieta, tomar um ou outro comprimido, usar um ou outro adesivo... e o peso simplesmente desaparecerá. Estamos constantemente a ser bombardeados por todo o tipo de ofertas milagrosas. Obviamente, não é assim tão fácil como eles nos querem fazer crer, senão todos nós estaríamos em óptima forma.
Nos dias de hoje e idade há um fluxo contínuo de novas dietas entrar no mercado, todos com o objetivo de tornar-nos parte com o nosso dinheiro para nos fazer tudo fino e evitar ser párias sociais. Algumas das dietas, tais como a dieta de indução (o estágio inicial da famosa dieta de Atkins) continue a ser popular. Em vez de saltar sobre a última moda dieta seria muito mais prudente para tentar resolver em um modo de vida que você pode facilmente e alegremente seguir para o resto de sua vida. Você vai se sentir mais orgulhoso de suas realizações também como você fez uma mudança em seus próprios termos.
À primeira vista pode parecer uma bizarrice, mas o método seguido pelo gaúcho radicado no Rio é um protocolo formal adotado em tratamentos contra a obesidade e atende pelo nome de jejum intermitente. E, claro, é cuidadosamente aplicado por profissionais capacitados. Trata-se, basicamente, de cortar, por um período predeterminado e acompanhado de forma criteriosa por especialistas, os alimentos sólidos, sem deixar de beber água e líquidos não calóricos, como chás e cafés — sem açúcar, claro. Na prática, seus seguidores pulam as refeições e, em vez das três habituais, fazem duas ou apenas uma ao dia. O resultado vem na forma de uma perda de peso significativa, consistente e em um espaço de tempo relativamente curto. “O jejum induz o corpo a usar o seu próprio estoque de gordura como fonte de energia rápida, acelerando o emagrecimento. Isso é sabido há muito tempo. O que ninguém conhecia em detalhes era como se dava esse processo, porque cada paciente reage de uma maneira diferente à abordagem”, explica o clínico geral e mestre em endocrinologia Fabiano Serfaty. “Daí a necessi­dade de acompanhamento médico para saber se você pode adotá-lo como mais uma ferramenta — e não a única — na luta contra a obesidade.”
O chá pode ser consumido quente ou frio, nos intervalos das refeições. Evite ingerir a bebida durante as refeições, pois os taninos presentes nela irão atrapalhar a absorção de algumas substâncias, especialmente o ferro e aminoácidos. Não beba o chá preto durante noite porque a cafeína presente na bebida pode dificultar o sono. Quem tem insônia deve tomar a última xícara até às 17:00. Saiba mais sobre chá preto aqui.
×