Durante um jejum, as células do corpo começam a realizar um processo chamado autofagia. Ao longo do tempo, as proteínas disfuncionais ou danificadas podem crescer dentro das células, e este processo de remoção de resíduos ajuda o corpo a eliminar esse excesso de material. Este processo é uma parte fundamental da capacidade do corpo de se reparar e se desintoxicar, e alguns pesquisadores afirmaram que o aumento da autofagia oferece um impulso na proteção de uma série de doenças, incluindo o câncer e a doença de Alzheimer.
4. Coma à noite, sim! - outro mito que precisa ser derrubado agora - e já vai tarde. Ficar sem comer à noite ou não comer carboidrato no jantar não vão trazer bem algum para sua perda de gordura, especialmente se você se exercita pela manhã. Só o café não vai dar conta de te alimentar o suficiente e, de novo, o organismo vai lá na massa magra pra procurar energia. “Não há diferença se você consumir carboidrato de dia ou à noite, desde que esteja em quantidade adequada. À noite, prefira alimentos menos calóricos, com baixo teor de gorduras e de fácil digestão”, aconselha Paula Castilho.
A quantidade recomendada de chá-mate é de cerca de um litro por dia no qual é utilizado 20 gramas das folhas de erva-mate ou entre 15 e 20 saquinhos de chá. É interessante dividir a bebida em porções de 330 ml e tomá-las durante ou antes das principais refeições, café da manhã, almoço e jantar. Sendo que o melhor é ingerir um pouco antes das principais refeições. Desta forma, as propriedades que diminuem a absorção de colesterol já estarão a postos no momento em que os alimentos chegarem e assim evitarão a absorção de colesterol no intestino delgado.
1. Faça, no mínimo, cinco refeições por dia - por mais que na teoria a maioria das pessoas saiba dessa regra, o que mais se vê por aí é gente passando fome para emagrecer. Metabolismo manda beijo e diminui o ritmo pra estocar. “O corpo passa a armazenar energia em vez de gastá-la. Além disso, você sentirá mais fome na próxima refeição“, lembra Paula Castilho, nutricionista da Sabor Integral Consultoria em Nutrição. Planeje cinco ou seis refeições ao longo do seu dia, com intervalos regulares. Uma hora antes de se exercitar, faça uma refeição leve com carboidrato e uma hora depois reponha carboidrato e acrescente uma proteína. Veja os alimentos que secam a barriga aqui.

Quem costuma fazer dietas conhece muito bem estes ingredientes, por serem alimentos termogênicos, ou seja, que elevam a temperatura do corpo e aceleram o metabolismo. Ao misturar uma colher de café de gengibre picado e meio pau de numa panelinha com uma xícara de água e deixar ferver por dez minutos, estarão a preparar um chá que aumenta a sensação de saciedade, reduz o apetite e ainda estimula a queima de gordura. Pode-se fazer um chá utilizando somente um deles, mas juntando-os estamos a potenciar os seus benefícios!
×