E lembre-se de que boa parte das pesquisas sobre o jejum intermitente ainda está em estágio inicial. Muitos dos artigos mencionados advêm de estudos pouco extensos, de curta duração, ou então, realizados em animais e não em humanos. Muitas dessas questões só poderão ser respondidas com mais firmeza, depois de serem intensificados os estudos realizados com pessoas.
Tome café antes de malhar. Estudos mostram que a cafeína estimula o sistema nervoso (sem novidades até aqui) e aumenta os níveis de epinefrina, que se manifesta como uma descarga de adrenalina e envia sinais para seu corpo começar a quebrar tecido gorduroso. Então esses ácidos graxos estarão livres para serem usados no sangue.[11] Se quiser ver se funciona para você, tome uma xícara de café antes de se exercitar.
Para chegar a essa conclusão, pesquisadores da Universidade de Surrey, na Inglaterra, analisaram o impacto da dieta 5:2 – que consiste em comer normalmente cinco vezes por semana e ter uma alimentação muito restritiva duas vezes – na capacidade de metabolismo do corpo e na predisposição do organismo limpar a gordura e a glicose após uma refeição, em comparação com as dietas convencionais.
Na semana passada, foi noticiado em vários sites (exemplo) que a “dieta vegana” é “mais aconselhada” do que a onívora para perda de peso. Propagando a crença errônea de que veganismo pode ser definido como uma simples dieta vegetariana desprovida de objetivo ético, percebemos como é urgente que discutamos a reafirmação do veganismo como uma prática ética abrangente, não simplesmente uma opção alimentar.
Em termos de sua overallhealth, a inflamação é themain gatilho de muitas doenças, tais níveis de energia aslow, má assimilação dos nutrientes, má digestão, doenças cardíacas, câncer, problemas de estômago, dor nas articulações e problemas de coração. Não só alimentos de origem vegetal contribuem para a inflamação, mas eles também podem ajudar a reduzir a inflamação insideour corpo. As plantas são tanto uma prevenção e uma usefultreatment por esta razão especial.

abóbora acompanhamentos amêndoa antioxidantes arroz avelâ azeite bacalhau bolos e bolachas carne chocolate coco couve-flor curgete diabetes dieta entradas farinha de coco frango frutos vermelhos gorduras hipertensão arterial hormonas Insulina lanche leite de coco linhaça low carb manteiga mitos Natal noz ovos paleo pequeno-almoço perda de peso proteína pão refeição principal saudável sem glúten sobremesas sono sopas óleo de côco

"Os resultados que temos visto neste estudo são semelhantes aos observados em outros estudos sobre o jejum intermitente - explica Kristina Varady, a autora do estudo - mas um dos benefícios da dieta 16:8 poderia ser uma maior facilidade de execução em médio-longo prazo. Observamos que menos participantes deixaram este estudo em comparação a outros em outras dietas".
Outro dos benefícios de saúde de dieta vegetariana é que ele pode ajudar a baixar a pressão arterial. Os vegetarianos têm frequentemente menor pressão arterial taxa de pessoas que são não-vegetarianos, e eles também têm menores riscos de hipertensão do que as pessoas que estão na mesma idade. Muitos estudos mostraram que, se as pessoas comem um monte de alimentos derivados de animais, a sua pressão arterial tende a subir cada vez mais alto. Portanto, os vegetarianos têm a sofrer menos efeitos negativos sobre a pressão arterial do que comedores de carne.

Os níveis de açúcar no sangue (tecnicamente glicemia) são controlados de forma “apertada” por vários mecanismos no organismo. Quando entramos em modo de jejum são ativados mecanismos hormonais que levam à produção da glicose necessária no fígado a partir das reservas de gordura acumuladas (um processo designado por gliconeogénese).14 Por exemplo, é este mecanismo que previne uma hipoglicemia durante o jejum noturno enquanto dormimos.
Um grupo de investigadores do Instituto de Medicina Clínica e Experimental, em Praga (República Checa), analisou 74 pessoas com diabetes tipo 2 que participaram numa dieta vegetariana ou numa dieta típica “antidiabética”, que seguiu as recomendações oficiais da Associação Europeia para o Estudo de Diabetes. Todos os participantes estavam restritos a uma dieta de 500 calorias por dia.
A taxa metabólica basal (TMB) é a quantidade de energia que seu corpo precisa para manter as funções básicas quando você está em repouso e várias coisas podem influenciar sua taxa metabólica, entre elas a genética, idade, gênero (os homens tendem a ter uma TMB mais alta que as mulheres), peso, altura, estrutura corporal e alimentação. Alguns distúrbios médicos, medicamentos e clima também podem interferir.
A quantidade recomendada de chá-mate é de cerca de um litro por dia no qual é utilizado 20 gramas das folhas de erva-mate ou entre 15 e 20 saquinhos de chá. É interessante dividir a bebida em porções de 330 ml e tomá-las durante ou antes das principais refeições, café da manhã, almoço e jantar. Sendo que o melhor é ingerir um pouco antes das principais refeições. Desta forma, as propriedades que diminuem a absorção de colesterol já estarão a postos no momento em que os alimentos chegarem e assim evitarão a absorção de colesterol no intestino delgado.
×