Porém, o nutrólogo Reginaldo Rena ressalta que é de extrema importância fazer um desjejum completo e nutritivo, principalmente se você for realizar algum tipo de atividade física pela manhã. "Após ficar um período longo em jejum durante a noite, ao se exercitar sem estar alimentado, pode ocorrer a queda de açúcar no sangue (hipoglicemia) e o seu corpo começará a queimar músculo para gerar energia, perdendo massa muscular", alerta ele.
Uma teoria sobre isso, de acordo com o diretor do Laboratório de Neurociências do Instituto Nacional do Envelhecimento, Mark Mattson, é que o estresse brando que o jejum intermitente coloca no corpo, proporciona uma ameaça constante – aumentando as poderosas defesas celulares do corpo contra potenciais danos moleculares. O jejum intermitente também estimula o corpo a manter e reparar tecidos e tem benefícios antienvelhecimento, mantendo todos os órgãos e células funcionando de forma eficaz.
Quitoplan – Está fazendo sucesso em todo o país. Quitoplan possui em sua fórmula fibras inteligentes que absorvem a gordura e eliminam pelas fezes. Isso falando apenas das cápsulas. Além disso ele conta com todo um plano alimentar elaborado por profissionais devidamente habilitados e um aplicativo para auxiliar na perda de peso. CLIQUE AQUI para saber mais.
Os meios de comunicação social dizem que a tendência mais recente é o intervalo de jejum, ou jejum intermitente. Todos falam disso, mas é um assunto tão velho quanto a humanidade. Antigamente, não havia três a quatro refeições por dia na mesa. Os nossos antepassados tinham de caçar e recolher alimentos e permaneciam ativos durante todo o dia. Eram capazes de resistir a longos e frequentes períodos sem alimentos. Com o jejum intermitente, portanto, vivemos de acordo com o nosso relógio biológico natural.
Durante um jejum, as células do corpo começam a realizar um processo chamado autofagia. Ao longo do tempo, as proteínas disfuncionais ou danificadas podem crescer dentro das células, e este processo de remoção de resíduos ajuda o corpo a eliminar esse excesso de material. Este processo é uma parte fundamental da capacidade do corpo de se reparar e se desintoxicar, e alguns pesquisadores afirmaram que o aumento da autofagia oferece um impulso na proteção de uma série de doenças, incluindo o câncer e a doença de Alzheimer.
O chá do dente-de-leão não é tão popular quanto os chás verdes ou mesmo o chá da hortelã-pimenta para a perda do peso, mas não há nenhuma negação seus benefícios e habilidade de saúde para ajudá-lo a sentir melhor imediatamente e sobre o tempo. Dentes de leão são muito mais do que aquelas ervas daninhas no quintal; Eles são uma fonte valiosa de nutrição com a capacidade de ajudá-lo a perder libras.
O chá branco pode ser muito eficaz quando se trata de queima de gordura. Seus níveis de cafeína e catequinas como o galato de epigalocatequina (EGCG) estão relacionados à queima de gordura. Juntos, esses compostos são capazes de estimular a degradação da gordura e impedir a formação de novas células adiposas. Um estudo também sugere que o chá branco pode ajudar a aumentar o metabolismo em 4% a 5%. Isso pode significar uma queima extra de 70 a 100 calorias por dia.
– O corpo funciona utilizando substratos energéticos que dependem da alimentação. Se comemos carboidratos, o utilizamos como fonte de energia. O mesmo acontece quando ingerimos gordura. Quando fazemos exercícios físicos intensos, o corpo precisa de mais carboidrato. Mas sempre que estamos em estado de baixa necessidade energética, que é a maior parte do tempo, estamos usando uma quantidade considerável de gordura – afirma.
Comer o que quiser durante cinco dias e depois jejuar em dois dias não consecutivos. A proposta é de "A Dieta dos 2 Dias", livro publicado em Portugal pela Lua de Papel ou «Fast Diet» [dieta rápida em tradução literal], o nome original em inglês, também conhecida como Dieta 5:2, como a definem alguns especialistas. Criada por Michael Mosley, um produtor da BBC com formação em medicina, é apresentada como "uma estratégia sustentável para uma vida saudável e longa".
Os voluntários ficaram um ano nessa toada. Depois disso, veio o primeiro resultado: quem caiu em um desses dois grupos (do jejum ou da restrição) emagreceu mais em comparação àquele pessoal que não recebeu nenhuma instrução dietética. Até aí, nada de novo. A grande descoberta do projeto veio, claro, ao comparar as duas intervenções. É que, no fim das contas, ambas levaram praticamente ao mesmo desfecho. Enquanto jejuar enxugou o peso em 6%, maneirar nas garfadas diariamente reduziu em 5,3%.
Tudo levado em consideração, jejum é uma maneira efetiva de perder gordura corporal. Não é o único modo, e não é "obrigatório" para a abordagem primal, mas muitos na comunidade descobriram que é muito útil e a literatura os suporta. Se você está procurando acelerar a sua perda de gordura, jejuar pode ser o bilhete premiado. Para ter idéias, veja o meu artigo sobre vários métodos de jejum.
Eu não sou especialista no assunto mas posso visualizar o que está errado. Alie o Jejum Intermitente à dieta low carb e à redução de calorias diárias. O erro está em comer carboidratos na janela e pior ainda arroz, feijão e bolacha água e sal. Pesquise por calculadora de taxa de metabolismo basal e procure ingerir bem menos calorias do que consome. Terá sempre que calcular a quantidade de energia ingerida através dos alimentos . Use a calculadora de calorias dos alimentos para isso. Eu comecei esse Jejum intermitente e perdi 5 Kg na primeira semana. Já estou no vigésimo terceiro dia e perdi 8 Kg . Menos do que eu imaginava pois dei umas recaídas e comi pão e sorvete em jejum. Mas se seguir a risca, a dieta funciona.
O chá verde ainda age na composição de gorduras no corpo. Estudo preliminares apontam que uma das catequinas mais presentes no chá verde, a epigalocatequina galato, estimula diversas enzimas que controlam o metabolismo das gorduras e até incentivam a quebra delas. Assim, as gorduras são melhores utilizadas pelo nosso organismo e não ficam paradas no tecido adiposo.
×