Basta substituir os pratos de carne com produtos de soja, lentilhas e cereais integrais. Você pode obter proteína suficiente (especialmente se você também consumir nozes e produtos lácteos), através tal dieta. Vale a pena dar uma chance, desde que você tenha um pouco de força de vontade e estão preparados para cumpri-la. Afinal, nada vem fácil na vida (bem, não pelo menos para mim!).
“O vegetarianismo já provou ser mais efetivo para a perda de peso. Agora mostramos que a dieta vegetariana pode ser muito mais efeito na redução de gordura muscular, promovendo uma melhora no metabolismo”, disse Hana Kahleová, diretora de pesquisa da organização sem fins lucrativos Physicians Committee for Responsible Medicine, nos Estados Unidos, ao site especializado ‘Medical News Today’.
Esta mudança na dieta vai fazer você reavaliar sua dieta para o benefício do seu corpo. Ao invés de um shake de sorvete, que tal tentar se misturam frutas, suco e iogurte e fazer um smoothie saudável como uma alternativa. Perder peso não precisa dizer que o sofrimento, é mais uma questão de fazer escolhas alternativas sensatas para que os benefícios de longo prazo.
UM: De uma vez por todas, aprenda a descobrir o seu consumo calórico diário e os seus números de gasto de energia. Ambos os números são absolutamente cruciais porque dizem exatamente o que seu corpo está fazendo, até mesmo a própria caloria. Uma vez que este processo de cálculo se torne uma segunda natureza para você, o controle total da quantidade de gordura corporal que você carrega está nas palmas das suas próprias mãos.
A investigação centra-se cada vez no jejum intermitente e nos teus efeitos positivos no corpo humano. Paracelso, um médico suíço do século XVI, estava convencido disso. “O jejum é o melhor remédio”, disse. Estudos a longo prazo são de grande interesse e, naturalmente, fornecerão mais informações. O melhor de tudo para si é que não precisa de planos de dieta complicados ou contagem de calorias para começar a desfrutar dos muitos efeitos benéficos do jejum intermitente.
Ao tentar aplicá-los, Michael Mosley debateu-se com dificuldades como ter que fazer contas para marcar um jantar com amigos e decidiu criar uma versao mais "realista e suportável". "Apesar de a fome ser má, um pouco de restrição alimentar curta, intensa e de choque pode ter benefícios a longo prazo", diz o autor. O argumento tem origem num princípio biológico, a hormose, segundo o qual uma substância é tóxica em doses elevadas mas benéfica se elas forem pequenas.
Primeiramente nunca corte totalmente os carboidratos de sua dieta! Por quê? Eles desempenham funções primordiais no seu corpo: fundamentais para sistema nervoso central, função estrutural das células e membrana plasmática, regulam o metabolismo proteico e são utilizados como fonte de energia primária. Continue a leitura e veja como utilizar os carboidratos de forma inteligente para eliminar gordura.
Mas a doutora Susan Berkow, PhD da Universidade de George Mason, de Washington D.C., faz um alerta: a dieta vegetariana só tem efeito de perda radical de peso para os carnívoros. Por que? Ela explica: como os vegetarianos são, em média, mais magros do que os carnívoros, para eles é muito mais difícil perder peso. Eles chegam a um ponto que, por defesa de seu organismo, não emagrecem mais.
Das wöchentliche Programm bietet viel Abwechslung und weicht damit von den Standard-Methoden wie „16-8“, bei der man das Frühstück oder das Abendessen ausfallen lässt, ab. Die größere Varianz und Variabilität beim Fasten fordert den menschlichen Körper im Gegensatz zu den immer gleichen Fastenintervallen noch mehr und macht ihn noch belastbarer und flexibler. Die Fastenzeiten des Coaches sind daher von Woche zu Woche unterschiedlich lang, und werden zu verschiedenen, zu Deinem Tagesablauf passenden Zeiten vorgeschlagen.
Pour activer l’entraîneur, vous devez annuler la semaine de jeûne en cours ou attendre qu’elle se termine. Ensuite, vous pouvez commencer une semaine d’entraîneur dans l’onglet de gauche. Ces semaines seront calculées sur votre progression et vos objectifs. En outre, l’entraîneur veut vous donner des soins de santé hebdomadaires qui mènent à un mode de vie plus sain.
“O vegetarianismo já provou ser mais efetivo para a perda de peso. Agora mostramos que a dieta vegetariana pode ser muito mais efeito na redução de gordura muscular, promovendo uma melhora no metabolismo”, disse Hana Kahleová, diretora de pesquisa da organização sem fins lucrativos Physicians Committee for Responsible Medicine, nos Estados Unidos, ao site especializado ‘Medical News Today’.

Por mais que você sinta a falta de determinados alimentos no começo da dieta vegetariana, vai se acostumar com o tempo com as frutas, verduras e legumes. Além disso, como o emagrecimento acontece mais rápido, isso acaba servindo como incentivo, especialmente quando as pessoas ao seu redor começarem a notar a sua nova silhueta e as suas roupas ficarem largas.
DOIS: Exercite-se na maior parte do tempo, usando muito mais força e intensidade do que você jamais experimentou em toda a sua vida! Eu digo isso para você principalmente por causa de: 1) tendências humanas remotamente conscientes que todos nós temos em relação ao relaxamento e a saída fácil de uma situação desafiadora, em vez de enfrentar e conquistar sua causa raiz; limiares mais altos proporcionam benefícios que prolongam a vida e queimam mais calorias do excesso de gordura corporal. Portanto, para perder gordura corporal com segurança, comece a treinar para exercícios intervalados de alta intensidade.
O ultimato foi dado em janeiro do ano passado. Aos 36 anos, o empresário Frederico Nantes era sedentário, hipertenso e estava à beira de cravar uma marca bem desagradável: 150 quilos redondos na balança. O colesterol e a glicose sob controle eram mantidos à custa de dez comprimidos diferentes ingeridos diariamente. Com uma rotina desregrada e estressante, o dono de uma produtora de eventos e árbitro da Federação Internacional de Atletismo não conseguia de jeito algum seguir uma alimentação balanceada. Tarimbado em dietas, já havia se embrenhado por quatro delas, sem sucesso. Até se apegar a um conceito absolutamente simples, mas aparentemente radical: para emagrecer, basta parar de comer. Na abordagem adotada com a ajuda de um médico, Nantes tirou proveito de um (mau) hábito: pular refeições. A diferença é que, quando comia, em vez de atacar produtos de fast-food ou uma pratada de macarrão, saciava o apetite com salada, acompanhada de carne, frango ou peixe. O resultado valeu a penitência. Depois de treze meses, enxugou 58 quilos e seu índice de gordura corporal passou de 52% para 12%. “Pulava o café da manhã e o almoço, de quatro a cinco vezes por semana. Ainda assim, conseguia fazer exercícios com regularidade”, conta. “Antes, tinha resultados muito modestos, que não me estimulavam a continuar”, diz o ex-gordo, feliz com seus 90 quilos distribuídos por 1,90 metro.
A autofagia (do Grego auto-, significa “próprio“, e phagein, significa “comer“) é um processo no qual o organismo se recicla a si próprio, garantindo a energia e “material” para o restauro celular. A autofagia é um processo fundamental na resposta do organismo ao stress, na eliminação de bactérias e vírus após infecções, no desenvolvimento embrionário e diferenciação celular e na eliminação de proteínas “danificadas” (fundamental para combater o envelhecimento e doenças associadas). A perturbação da autofagia está associada a doenças como a diabetes tipo 2, Parkinson, entre outras.
O jejum intermitente é o último segredo para fazer com que sua máquina elimine excessos. Mas o especialista alerta que é necessário que isso seja feito com cuidado. “A prática de jejum intermitente pode ser poderosa, mas a prioridade precisa ser nos outros passos anteriores. Só depois de aplicar a alimentação correta é que o jejum pode ser feito de forma gradual e correta”, comenta Polesso, destacando que esse processo possibilida que o corpo acesse as gorduras extras como forma de energia, ajustando as engrenagens do metabolismo e permitindo que ele funcione corretamente.
O jejum intermitente combate a resistência à insulina, que, por sua vez, previne a diabetes tipo 2. Num estudo com ratos, a diabetes tipo 2 foi completamente evitada pelo jejum intermitente. Os ratos e os humanos são semelhantes no metabolismo da gordura e da glicose, o que faz com que esses resultados pareçam promissores. Estudos em humanos mostram que os níveis de açúcar no sangue diminuem até 6 porcento e os níveis de insulina até 31 porcento com o jejum intermitente. (Ligação1, Ligação2)
De acordo com Sabrina, a carqueja é outra planta que pode auxiliar no processo de emagrecimento. “O chá é feito em infusão com as hastes da planta, possui um gosto amargo. Ela é indicada para auxiliar no emagrecimento por ter efeitos diuréticos e laxantes. Também é usada para combater problemas hepáticos, digestivos e no controle da diabetes”, diz.
×