Um grupo de investigadores do Instituto de Medicina Clínica e Experimental, em Praga (República Checa), analisou 74 pessoas com diabetes tipo 2 que participaram numa dieta vegetariana ou numa dieta típica “antidiabética”, que seguiu as recomendações oficiais da Associação Europeia para o Estudo de Diabetes. Todos os participantes estavam restritos a uma dieta de 500 calorias por dia.

É rico em fibras, nutriente que ajuda no funcionamento do intestino e reduz a absorção de gordura e carboidratos. Isso acontece porque as fibras são digeridas mais lentamente, inibindo a produção de insulina. E quanto maior for o pico de insulina, mais facilmente a gordura será absorvida e acumulada, as fibras também aumentam a sensação de saciedade, fazendo a pessoa comer menos.
O jejum intermitente é capaz de afetar o nível de alguns hormônios que estão diretamente ligados à obtenção de energia e podem ajudar a perder peso. A gordura corporal é a maneira do organismo armazenar energia. Quando não comemos nada, o corpo se adequa para tornar a energia armazenada mais acessível. Desta forma, ocorrem mudanças na atividade do sistema nervoso, bem como mudanças em vários hormônios cruciais para o funcionamento do organismo.
Mas a doutora Susan Berkow, PhD da Universidade de George Mason, de Washington D.C., faz um alerta: a dieta vegetariana só tem efeito de perda radical de peso para os carnívoros. Por que? Ela explica: como os vegetarianos são, em média, mais magros do que os carnívoros, para eles é muito mais difícil perder peso. Eles chegam a um ponto que, por defesa de seu organismo, não emagrecem mais.
Reservamos energia sob a forma de gordura para um eventual período de escassez alimentar. Assim, qual seria o sentido de armazenar energia como gordura e num primeiro momento de escassez começarmos a consumir o músculo?! Quando o organismo entra em modo de jejum são ativados mecanismos hormonais que levam à mobilização da gordura acumulada como fonte de energia (p.ex. descida da insulina) e simultaneamente à preservação do músculo (p.ex. aumento da hormona de crescimento GH) .8,9,10,11,12,13
Tomar chá diariamente é o segredo para acelerar o metabolismo e perder as gordurinhas indesejadas. Mas, para isso, é preciso saber combinar as ervas certas. A dica é beber de três a quatro xícaras de uma infusão preparada com ervas termogênicas (favorecem a queima de gordura), desintoxicantes (eliminam as toxinas, deixando o organismo menos resistente ao emagrecimento) e diuréticas (evitam a retenção de líquido).
"A autonomia na escolha do que se come nos dias sem jejum, longe das amarras e dos sacrifícios permanentes, é apelativa e motivadora, podendo aumentar o nível de compromisso com a mudança. Do ponto de vista metabólico, tem efeitos positivos a nível da regulação da produção de insulina, uma hormona chave no processo de perda de peso, através da regulação do metabolismo do açúcar e da sua transformação em gordura a nível hepático", explica, no entanto, Miguel Rego.
Para o jejum começar a fazer efeito e a trazer benefícios, Polesso afirma que é preciso ficar mais de 12 horas sem comer. Ele costuma indicar o protocolo 16/8, no qual o paciente permanece 16 horas em jejum e faz todas as refeições no período de 8 horas, mas existem pessoas que ficam até 24 horas sem se alimentar. “Quem costuma jantar às 20h, por exemplo, pode pular o café da manhã no dia seguinte e almoçar às 12h", explica. "O paciente ficará 16 horas sem comer, incluindo o tempo em que estiver dormindo.”
O primeiro grupo consome o leite e seus derivados, porém não come ovos nem carne. O segundo exclui totalmente a carne do cardápio, mas come leite, seus derivados e também ovos. Já o terceiro grupo é mais radical e não consome qualquer produto que tenha origem animal. E esse é o grupo que mais tem restrições e no qual se baseiam a grande maioria das dietas vegetarianas.
Boa tarde, comecei o jejum em 13.09.2017 (ontem) 16/8, mais só consegui ficar 14 h e 1/2 , acabei tomando um suco de acerola sem açúcar e comi um ovo cozido, as 13.40 h, comi saladas, legumes, alface e tomate, tem algum problema referente ao horário e posso intercalar frutas antes do jantar as 20 horas? Tenho 1.60 e 70 k, idade 66, não faço exercícios físicos.
No caso da dieta com jejum em dias alternados, nos dias de jejum (1 ou 2 dias por semana) é permitido que a pessoa ingira entre 500 ou 600 calorias (cerca de 75% de restrição calórica), consoante é mulher ou homem, respetivamente, e nos restantes dias pode comer “livremente”. Entenda-se que este “livremente” deve sempre seguir algumas regras e sobretudo haver bom senso e equilíbrio, pois nos dias de jejum há muitos nutrientes essenciais que não são ingeridos e que devem ser repostos nos dias de não-jejum (vitaminas, proteínas, minerais, gorduras essenciais e fibra). Também é de reforçar que em todos os dias do plano, a hidratação se reveste de especial importância, pois, se nos dias de jejum ajuda não só a hidratar mas também a mascarar a sensação de fome, nos restantes dias auxilia na reposição do funcionamento ótimo do organismo.
Como a maioria das coisas, as gorduras são saudáveis, quando consumidos com moderação, e gorduras insaturadas devem ser incluídos como parte de um coração dieta saudável. À base de vegetais gorduras, geralmente, vêm de fontes como azeitonas e azeite de oliva, abacate, nozes, tornando-o uma escolha perfeita para veganos e uma dieta vegetariana plano de perda de peso.
"Tudo o que é bicho (carne, frango, peixe) e planta está liberado. Eu como bacon todos os dias, por exemplo. Pode comer queijo e ovos. Quando estou com muita fome, com vontade de comer pizza, por exemplo, eu como brócolis, queijo e bacon. Depois disso, duvido que alguém tenha vontade de comer mais alguma coisa. A gordura e a proteína saciam por muito mais tempo".
De acordo com Sabrina, a carqueja é outra planta que pode auxiliar no processo de emagrecimento. “O chá é feito em infusão com as hastes da planta, possui um gosto amargo. Ela é indicada para auxiliar no emagrecimento por ter efeitos diuréticos e laxantes. Também é usada para combater problemas hepáticos, digestivos e no controle da diabetes”, diz.
×