Engana-se quem pensa que os chás, por serem naturais, não oferecem riscos à saúde se consumidos de forma errada. “O consumo exagerado dos chás sem orientação pode causar hipertensão ou hipotensão arterial, arritmia cardíaca, insônia ou gastrites. Alguns chás não devem ser consumidos por gestantes ou lactantes. Por isso, é interessante a prescrição de médico ou nutricionista antes de consumi-los”, lembra a nutricionista Sabrina.
“O vegetarianismo já provou ser mais efetivo para a perda de peso. Agora mostramos que a dieta vegetariana pode ser muito mais efeito na redução de gordura muscular, promovendo uma melhora no metabolismo”, disse Hana Kahleová, diretora de pesquisa da organização sem fins lucrativos Physicians Committee for Responsible Medicine, nos Estados Unidos, ao site especializado ‘Medical News Today’.
Além de potenciar os sabores e aromas das preparações culinárias, o gengibre possuí ainda um leque de propriedades medicinais e farmacológicas, que o tornam um ingrediente de excelência. Estas propriedades resultam dos seus constituintes, de entre os quais se destacam os compostos polifenólicos e as catequinas, proporcionando ao gengibre uma atividade antioxidante, anti-inflamatória, anticancerígena, e promovendo uma melhor digestão através da estimulação do efeito dos diversos sucos do trato gastrointestinal.
Pesquisas mostram que o chá oolong, um chá semi fermentado pode ter um efeito mais forte que o chá verde, promovendo queima de gordura até 157% melhor. O chá oolong bloqueia a oxidação em 50% em apenas 15 dias. Pesquisas sugerem que o chá oolong acelera o metabolismo, queima gordura e bloqueia a absorção de gordura. Além da perda de peso, ele é bom para diabetes tipo 2, pacientes com doenças cardíacas, reduz pressão arterial, previne apodrecimento dos dentes e melhora sua pele. Algumas pesquisas concluíram que o chá oolong reduz o colesterol e aumenta os níveis de adiponectina que te salva da epidemia da obesidade. Faça uma infusão do chá oolong em qualquer lugar por 30 segundos a 5 minutos, para uma xícara mais forte.
Mas a perda de peso nos vegetarianos tem um limite, que depende de cada metabolismo. Isso faz parte de um processo natural do próprio organismo, como lembra o endocrinologista Amelio Godoy-Matos. Quando a pessoa começa a restringir muito a alimentação, o corpo lança contrarreguladores do peso, ou mecanismos de proteção. O mais conhecido é a diminuição da produção de leptina, um hormônio produzido pela gordura corporal e que inibe a fome e aumenta o gasto de energia. Este contra-ataque mantém a fome e a pessoa não consegue sustentar a sua perda de peso.
Agora, a chave para o sucesso em um plano de perda de peso dieta vegetariana deve incluir uma alimentação adequada na lista acima quantidade, e experimentar as diversas opções de menu, como parte de sete dias plano de dieta vegetariana para perder peso. O principal objetivo deste plano de dieta não exceda a ingestão de calorias a mais de 1800 calorias. Muito queijo ou maionese ou carboidratos, como batatas recheadas ou cozidos, seria útil se você estiver procurando por uma perda de peso rigoroso. A melhor maneira de planejar o seu plano de dieta vegetariana é que comer legumes cozidos e preparar saladas, como eles são leves e fáceis de digerir. Outra coisa a considerar é evitar coisas muito oleosos e picantes como estes, após o consumo, directamente a partir da gordura armazenada que se deteriorar completamente o plano de dieta. A dieta de vegetais crus ou cozidos, juntamente com os ovos são boas idéias para o almoço e jantar, enquanto saladas e sopas são a melhor como snacks durante todo o dia. Se você tem o hábito de comer doces, saladas iria fazê-lo.
Com o objetivo de avaliar o potencial da perda de peso de cada grupo, todos os participantes tiveram suas dietas limitadas a 500 calorias diárias, menos do que precisavam para manter o peso. Depois de seis meses, aqueles que seguiram a dieta vegetariana perderam, em média, seis quilos, contra apenas três quilos a menos naqueles que seguiram a dieta convencional.
Gorduras puras como manteiga e óleo de coco podem ser adicionadas ao café, pela manhã, para ajudar na sensação de saciedade durante o jejum. "Mas não pode exagerar caso o objetivo seja perder peso”, alerta o especialista. "O paciente não deve tomar óleo de coco e manteiga em excesso porque o corpo irá queimar essa gordura antes de queimar a do próprio corpo. Tudo tem que ser ponderado. O ideal mesmo é beber o líquido puro."
O que dá esse poder ao hibisco? Sobretudo a alta concentração de antocianina – pigmento da família dos flavonoides -, que tem ação antioxidante (tira boa parte dos radicais livres de cena) e anti-inflamatória (combate a inflamação das células, permitindo que elas voltem a exercer totalmente suas funções). Resultado: “O organismo deixa de acumular toxinas – substâncias inimigas que dificultam o emagrecimento”, explica Lucyanna Kalluf, nutricionista funcional especializada em fitoterapia do Instituto Alpha de Saúde Integral, em São Paulo.
O chá feiyan é uma infusão preparada com plantas medicinais que contém componentes eficazes para reduzir o acúmulo de gordura. Consumo regular desse chá ajuda a melhorar seu metabolismo, reduzir o inchaço diminuir o apetite, desintoxicar o corpo e se livrar do excesso de gordura. Considera-se que o chá não contém aditivos químicos, e é seguro para consumo regular sem efeitos colaterais. Deixe um saquinho de chá em cerca de 150ml de água fervida por 5 a 10 minutos. Tome uma xícara à noite para começar, depois de uma semana use uma xícara de manhã e uma à noite. Esse é um dos chás emagrecedores com resultados mais rápidos. Isso porque, um dos primeiros resultados aparentes de uma desintoxicação é justamente a perda da barriga. Um mês de administração desse chá mostrou resultados de 2 a 4 quilos no peso, entretanto é comum o ganho de peso após o primeiro mês, uma vez que o corpo se adapta.
Exercícios curtos de alta intensidade, nada mais são, como o nome diz, exercícios intensos realizados em um curto espaço de tempo, com um intervalo de descanso entre as séries. Um exemplo é fazer o Burpee por 1 minuto, descansar por 30 segundos, e fazer outra série de Burpees por mais 1 minuto. É muito importante respeitar o período de descanso, para que os seus músculos possam se recuperar. Assista ao vídeo abaixo e aprenda fazer o burpee passo a passo.
O seu metabolismo é um dos pontos chaves para a queima de gordura corporal. Quanto mais acelerado ele estiver, mais gordura e calorias você queimará, por isso, adicione alimentos que ajudam a perder calorias mesmo sem dieta como nabo, rúcula, chá verde, pimenta vermelha e gengibre, que são termogênicos e possuem a propriedade de acelerar o metabolismo e queimar mais calorias durante o processo de digestão. Outra dica importante é nunca pular refeições, fazendo entre 5 a 6 refeições diariamente. Dessa forma, você evitará que seu organismo entre em estado de privação, obrigando-o a gastar a energia dos alimentos consumidos em vez de armazená-la na forma de gordura.

Um grupo de investigadores do Instituto de Medicina Clínica e Experimental, em Praga (República Checa), analisou 74 pessoas com diabetes tipo 2 que participaram numa dieta vegetariana ou numa dieta típica “antidiabética”, que seguiu as recomendações oficiais da Associação Europeia para o Estudo de Diabetes. Todos os participantes estavam restritos a uma dieta de 500 calorias por dia.

Chausse, um dos cientistas brasileiros dedicados a entender os efeitos da prática no metabolismo, levanta uma hipótese para explicar por que é tão penoso mantê-lo. “Em muitos estudos, o jejum incita o aumento nos níveis de neurotransmissores que estimulam a fome”, explica. Para a nutricionista Sophie Deram, autora do livro O Peso das Dietas (Editora Sensus), isso é totalmente compreensível. “Trata-se de uma defesa do próprio corpo para fazer você comer”, resume.


Os pesquisadores descobriram que os obesos que seguiram a dieta 16:8 consumiram menos calorias, perderam peso e tiveram melhoras na pressão arterial. Na verdade, em média, os participantes consumiram cerca de 350 calorias a menos, perderam cerca de 3% do seu peso corporal e viram a sua pressão arterial sistólica diminuir em cerca de 7 mm de mercúrio (mm Hg), a medida padrão de pressão sangue. Todas as outras medidas, incluindo massa gorda, resistência à insulina e colesterol, foram semelhantes ao grupo controle.

Os ativistas vegetarianos deveriam focar tambem e talvez até mais fortemente no fato de a industria agropecuaria ser responsavel por cerca de 60% no uso dos nossos recursos hidricos e na emissão de gases do efeito estufa, sendo somente ela a maior responsavel pela degradação do nosso eco sistema, muito mais que a emissao de gases pelos automoveis por exemplo.
Não é difícil obter variações você precisa de uma dieta vegana, mas o melhor é aquele que fornece a abundância de proteínas, gorduras e hidratos de carbono. Tendo isso em mente para suas refeições diárias irá contribuir muito para o sucesso da sua dieta vegetariana plano de perda de peso. Vamos aprofundar mais sobre por que eles são tão importantes.

Essa é a questão real. Não há dúvida de que jejuar cause perda de peso por restrição calórica. Obviamente, quando você não come nada, seu corpo se volta para as próprias reservas de energia - reservas que ocupam espaço e tem massa. O esgotamento dessas reservas reduz a massa e por conseguinte, o peso. Restrição calórica total e absoluta. Essa é a razão elementar e os estudos dos anos 60 demonstram isso.

Quando você pensa em vegetariano, provavelmente a primeira coisa que pensa é em salada. A maioria das pessoas imagina a dieta vegetariana como sendo similar a dieta de alimentos crus. Isso não poderia ser mais distante da verdade. De fato, os vegetarianos aproveitam uma grande variedade de alimentos e pratos, a dieta é bem menos restritiva que outras dietas populares.
Dieta: Substâncias termogênicas estão naturalmente presentes em alguns alimentos. Chás como o chá verde, chá branco e oolong podem promover a perda de peso aumentando temporariamente a termogênese em seu corpo. Um estudo publicado no International Journal of Obesity em 2005 relata que a ingestão desses ingredientes termogênicos pode aumentar o seu metabolismo em 4% a 5% e a queima de gordura em 10% a 16%.
Tenha, no entanto, em conta que os alimentos com elevado índice glicémico provocam níveis altos de insulina, que "encorajam o corpo a armazenar gordura e aumentam o risco de cancro", justifica o autor. Além disso, quando a glicemia cai a pique, sente-se muita fome. É desaconselhado o boicote total dos hidratos de carbono e um elevado teor de proteínas permanentemente, uma vez que geram abandono da dieta.

Que tal fazer ciclos calóricos? Já foi citado o ciclo de carboidratos, mas isso pode ser feito com calorias também, seguindo a mesma lógica científica: se não consome calorias o suficiente, seu corpo fica tenso, o metabolismo começa a desacelerar e consumir seus músculos. Por isso, quando estiver em uma dieta com poucas calorias, inclua dias de maior ingestão calórica para mantê-la funcionando e acelerar o corpo.
Ciclo de carboidratos. A ciência por trás dessa linha, que é conhecida entre os adeptos como “ciclar carboidratos” é ter alguns dias na dieta com poucos carboidratos (cerca de 2 gramas por quilo de peso corporal) para fazer seu corpo entrar em estado de queima de gordura catabólico. Os dias de maior ingestão de carboidratos fazem o metabolismo acelerar, pois sem eles o processamento começa a parar.[3]
Quem costuma fazer dietas conhece muito bem estes ingredientes, por serem alimentos termogênicos, ou seja, que elevam a temperatura do corpo e aceleram o metabolismo. Ao misturar uma colher de café de gengibre picado e meio pau de numa panelinha com uma xícara de água e deixar ferver por dez minutos, estarão a preparar um chá que aumenta a sensação de saciedade, reduz o apetite e ainda estimula a queima de gordura. Pode-se fazer um chá utilizando somente um deles, mas juntando-os estamos a potenciar os seus benefícios!
O jejum é programado, isto é, o tempo em que você fica sem comer é pré-estabelecido, com rotinas que podem ser, por exemplo, de 16 horas de jejum intercalados com uma janela alimentar de oito horas. Nesse cenário, você almoçaria ao meio-dia e faria as outras refeições até as 20h – comer de novo, só no almoço do dia seguinte. Há várias formas de fazer jejum, que pode ser praticado todos os dias, ou dia sim, dia não, ou ainda uma vez por semana. Pode durar 12, 16, 24 horas. Parece difícil de aguentar a fome, não é? Mas isso depende da sua dieta. Schaurich explica que, se você já segue uma alimentação com pouco carboidrato e rica em gordura natural, a abstinência é mais fácil. Caso contrário, o começo pode ser mais complicado. Mas, à medida que você avança, o organismo se habitua.

A maior parte das pessoas pensa que o treino cardiovascular de baixa intensidade (como caminhar) e de longa duração (superior a 45 minutos) é o mais eficaz para perder gordura. Os principais nutrientes utilizados durante o exercício são a glicose (açúcar) e os ácidos gordos (gorduras). Efectivamente, este tipo de exercício utiliza maior quantidade de ácidos gordos em relação à glicose. Não obstante, a quantidade total de energia gasta (calorias) é pequena.
Muitos estudos mostram que os veganos têm um risco maior de deficiência de vitamina B12, vitamina D3, ômega-3, iodo, ferro, cálcio e zinco. Isso pode representar um risco particular para aqueles com necessidades especiais, como crianças, mulheres grávidas e lactantes. Além de procurar orientação profissional para compor uma dieta balanceada, muitas vezes é necessário o uso de suplementos.
"Segunda a medicina oriental, a água quente ajuda na digestão dos alimentos e a eliminar toxinas do organismo. Por isso mesmo, o ideal seria ingerir um pouco de água quente após as refeições e logo ao acordar", conta Sara. A água quente em jejum ajuda no funcionamento metabólico e a equilibrar a temperatura do corpo, que fica abaixo do normal quando acordamos.
Outras substâncias (enzimas e mucilagens) presentes na planta agem em áreas diferentes. No estômago, facilitam a digestão; no intestino, impedem parte da absorção do carboidrato e da gordura dos alimentos; e nos rins, anulam temporariamente a ação do hormônio antidiurético, quando o organismo aproveita para se livrar do excesso de líquidos. Ainda não acabou: “O hibisco tem vitamina C, que diminui a pressão na parede dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação, e cálcio, mineral importantíssimo para os ossos e um facilitador na perda de peso, segundo estudos recentes”, afirma a bióloga Lúcia Helena Guerra Arantes, de Belo Horizonte.
Tome café antes de malhar. Estudos mostram que a cafeína estimula o sistema nervoso (sem novidades até aqui) e aumenta os níveis de epinefrina, que se manifesta como uma descarga de adrenalina e envia sinais para seu corpo começar a quebrar tecido gorduroso. Então esses ácidos graxos estarão livres para serem usados no sangue.[11] Se quiser ver se funciona para você, tome uma xícara de café antes de se exercitar.
Outras substâncias (enzimas e mucilagens) presentes na planta agem em áreas diferentes. No estômago, facilitam a digestão; no intestino, impedem parte da absorção do carboidrato e da gordura dos alimentos; e nos rins, anulam temporariamente a ação do hormônio antidiurético, quando o organismo aproveita para se livrar do excesso de líquidos. Ainda não acabou: “O hibisco tem vitamina C, que diminui a pressão na parede dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação, e cálcio, mineral importantíssimo para os ossos e um facilitador na perda de peso, segundo estudos recentes”, afirma a bióloga Lúcia Helena Guerra Arantes, de Belo Horizonte.
Desconfía. Yo no vendo nada ni tengo interés económico en nada relacionado con la nutrición/obesidad, pero todas las personas podemos caer en confundir los hechos constatables con las creencias. Y yo, como todo el mundo, manejo ambos tipos de información: hay cosas que interpreto que los datos dicen que son realmente de una manera y tengo creencias sobre otros aspectos. A lo mejor estoy liándome y creyendo que algo que pertenece al grupo “hechos” es en realidad del grupo “creencias”, y al contrario. Nadie está libre de caer en eso.
Se você já fez dieta e escutou à exaustão que o ideal é comer de três em três horas, pode ficar com um pé atrás ao ouvir falar do jejum intermitente, prática em que a pessoa não se alimenta por períodos de tempo maiores – e que pode ser aliada na perda de peso. A técnica vem ganhando popularidade entre quem quer emagrecer e é a aposta de atrizes como Deborah Secco, que começou a dieta ainda no sexto mês de gestação, quando já tinha ganhado 19 quilos, e seguiu apostando nela para recuperar a forma depois do parto.
É totalmente possível comer de 60 a 100 gramas de proteínas por dia em uma dieta vegetariana rica em proteínas. Se você escolher esse tipo de regime alimentar, você pode esperar que irá se sentir mais cheio de energia, mais focado e ter menos apetite ao mesmo tempo. Uma dieta livre de carne também diminui os riscos de doenças do coração, diabetes, obesidade e certos tipos de câncer.
O chá de erva doce, tão apreciado por tantas pessoas devido ao seu excelente sabor, também é ótimo para ajudar a emagrecer porque possui ação direta sobre o processo de digestão dos alimentos. Ele age proporcionando uma melhor performance ao intestino, de forma que lhe seja possível não manter dentro de si aquilo que de alguma maneira seja ruim para ele. Isso ajuda a evitar a retenção de líquidos e o inchaço.
×