"Tem havido estudos que sugerem que a ingestão regular de pequenas refeições é vantajosa para a saúde, desde que não acabemos por comer mais", diz. "Infelizmente, é isso que acontece no mundo real", faz notar, todavia. O autor afirma que "petiscar serve apenas para abrir o apetite" e refere um estudo segundo o qual, atualmente, se ingere diariamente mais 180 calorias em lanches e 120 em refeições normais do que há 30 anos.
Jejuar aumenta as catecolaminas, tanto adrenalina (epinefrina) quanto noradrenalina (norepinefrina). Ambas catecolaminas aumentam o gasto de energia em repouso durante um jejum, e adivinhe onde o seu corpo em jejum encontra energia para gastar ? Da gordura corporal. As catecolaminas ativam a lipase sensível a hormônios presente no tecido adiposo, acelerando a liberação da dita gordura. Isso faz sentido intuitivamente, não é ? Se você está com fome, na natureza, você precisa caçar (ou coletar, ou pescar, ou procurar comida de alguma maneira) e você precisa de energia para fazer isso. As catecolaminas ajudam a prover um pouco dessa energia enquanto queimam gordura no processo.
Se você já fez dieta e escutou à exaustão que o ideal é comer de três em três horas, pode ficar com um pé atrás ao ouvir falar do jejum intermitente, prática em que a pessoa não se alimenta por períodos de tempo maiores – e que pode ser aliada na perda de peso. A técnica vem ganhando popularidade entre quem quer emagrecer e é a aposta de atrizes como Deborah Secco, que começou a dieta ainda no sexto mês de gestação, quando já tinha ganhado 19 quilos, e seguiu apostando nela para recuperar a forma depois do parto.
O chá verde ainda age na composição de gorduras no corpo. Estudo preliminares apontam que uma das catequinas mais presentes no chá verde, a epigalocatequina galato, estimula diversas enzimas que controlam o metabolismo das gorduras e até incentivam a quebra delas. Assim, as gorduras são melhores utilizadas pelo nosso organismo e não ficam paradas no tecido adiposo.
×