Marina deseja perder 10 quilos em uma semana. Para isso ocorrer, primeiramente, ela deve descobrir seu gasto calórico diário. Após descoberto que seu GCD é 2000 calorias, ela diminuiu 500 calorias do mesmo, desta forma começou a perder peso. Todavia após um tempo ela não perdeu mais peso (ficou com seu peso estagnado) e não sabia o que fazer mais. O que vou lhe mostrar neste artigo é uma forma inteligente de lidar com as calorias e potencializar seus resultados. Mas antes disto é necessário quebrar alguns mitos deste processo, para estar tudo muito claro para você leitor.
O que pegou muitos estudiosos de surpresa foi a promoção-relâmpago do jejum intermitente ao posto de método de emagrecimento do momento. “Só que esse sucesso todo não se observa no meio científico”, adianta o endocrinologista Bruno Geloneze, professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Sim, há uma porção de experimentos com animais, principalmente visando à longevidade – o interesse pela obesidade veio depois. Mas os achados, assim como aqueles que vêm de uma ou outra pesquisa com seres humanos, não permitem tirar conclusões precipitadas a favor da nova onda.

Reservamos energia sob a forma de gordura para um eventual período de escassez alimentar. Assim, qual seria o sentido de armazenar energia como gordura e num primeiro momento de escassez começarmos a consumir o músculo?! Quando o organismo entra em modo de jejum são ativados mecanismos hormonais que levam à mobilização da gordura acumulada como fonte de energia (p.ex. descida da insulina) e simultaneamente à preservação do músculo (p.ex. aumento da hormona de crescimento GH) .8,9,10,11,12,13
Como a maioria das coisas, as gorduras são saudáveis, quando consumidos com moderação, e gorduras insaturadas devem ser incluídos como parte de um coração dieta saudável. À base de vegetais gorduras, geralmente, vêm de fontes como azeitonas e azeite de oliva, abacate, nozes, tornando-o uma escolha perfeita para veganos e uma dieta vegetariana plano de perda de peso.

Tenho apenas 13 anos e sou vegetariana por escolha própria, não conheço ninguém assim mais resolvi adiquirir a dieta pelo motivo principal de não querer colocar um animal morto no meu prato e nem colocá-lo na boca, devemos comer vida e não fazer do nosso corpo um necrotério, meus pais não aceitaram por acharem que uma dieta sem carne é prejudicial a saúde, mais na verdade é mais saudável, me sinto bem melhor em comer coisas que eu sei que vão me fazer bem mesmo eu muitas vezes nem gostando tando do sabor. Além disso eu tinha muitos problemas no estomago, mais eram piscicológicos, hoje melhoraram muito.
Especialista em nutrição otimizada, Rodrigo Polesso não considera o jejum uma dieta, já que a prática não envolve alimentos. Segundo ele, a primeira mudança visível após aderir é a perda de peso: “Só o fato de a pessoa não ingerir nada já é o suficiente para emagrecer”, diz ele. “O outro motivo que contribui para a queima de gordura e consequente perda de peso é que o jejum regulariza os níveis de insulina no sangue, hormônio que armazena gordura.” Polesso explica que praticar jejum intermitente baixa a insulina e abre o acesso para outros hormônios, como glucagon, cortisol e adrenalina, queimarem  a gordura.
E eu gostaria de lembrar que para perder peso, você só precisa de uma coisa: ingerir menos calorias do que gasta. Isso é difícil mensurar, pois, para viver, para andar, para correr, para dormir, para tudo, nós gastamos calorias. Inclusive, hoje em dia as dietas atuais nem contam mais calorias. O que eu quero dizer é que não adianta fazer horas e mais horas, ou mesmo dias de jejum intermitente, e comer o que quiser, demasiadamente e sem qualidade nas janelas. Coma corretamente assim como em qualquer outra dieta.
Com o jejum intermitente, as células do corpo tornam-se mais resistentes ao stress e mais capazes de suportar doenças. A reação do corpo ao jejum é semelhante à sua reação ao desporto – através de “treino” frequente, torna-se mais resistente a doenças. A autofagia também é estimulada pela remoção de proteínas disfuncionais da célula. (Ligação 1, Ligação 2)
Kahleová acrescenta que os resultados são particularmente importantes para doentes de diabetes tipo 2 e síndrome metabólica: “Esta descoberta é importante para pessoas que estão a tentar perder peso, incluindo pessoas que sofrem de síndrome metabólica e diabetes tipo 2. Mas também é relevante para qualquer pessoa que leve a sério o seu controlo de peso e queira permanecer saudável.”
A dieta vegetariana para emagrecer se mostra extremamente eficaz, e o resultado é um corpo mais saudável e sem os quilos extras. Seguindo a tabela de alimentos permitidos e proibidos, e realizando exercícios físicos em conjunto é uma dieta que melhora o corpo por dentro e por fora. A dieta vegetariana visa uma qualidade melhor de vida.  Conheça outras dietas >
A quantidade recomendada da bebida pode variar entre duas e três xícaras de chá por dia. Para preparar uma porção utilize cerca de três gramas da folha seca para 300 ml de água. Para preparar uma porção de chá branco utilize três gramas da folha seca para 300 ml de água. Aqueça a água até um pouco antes da fervura, cerca de 80º, depois desligue o fogo e coloque a planta dentro. Deixe descansar por cinco minutos, coe e consuma.
×