O chá branco pode ser muito eficaz quando se trata de queima de gordura. Seus níveis de cafeína e catequinas como o galato de epigalocatequina (EGCG) estão relacionados à queima de gordura. Juntos, esses compostos são capazes de estimular a degradação da gordura e impedir a formação de novas células adiposas. Um estudo também sugere que o chá branco pode ajudar a aumentar o metabolismo em 4% a 5%. Isso pode significar uma queima extra de 70 a 100 calorias por dia.
Alecrim (Rosmarinus officinalis), bardana (Arctium lappa), camomila (Matricaria recotita), capim -cidreira (Cymbopogum citrato), cardo-santo ou cardo-mariano (Carduus sanctus), centelha (Centella asiatica), coentro (Coriander spp), dente-de-leão (Taraxicum officinalis), erva-doce (Pinpinella anisum), espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), hortelã (Mentha piperita) e sálvia (Salvia officinalis).
Algumas destas modas e novidades podem também ser bastante perigosas. Podem até parecer que funcionam durante algum tempo, mas depois o peso volta a repor-se. A falsidade fundamental em todas estas dietas da moda, como a dieta de Atkins, ou a dieta Zone, é a ideia de que de alguma forma as calorias dos hidratos de carbono são diferentes das calorias das gorduras e das proteínas. Isto é cientificamente ridículo. Toda e qualquer caloria que se ingere contribui igualmente para o eventual ganho de peso, quer seja proveniente de hidratos de carbono, gorduras ou proteínas.
«A principal vantagem de emagrecimento do chá prende-se com a hidratação. O consumo regular desta bebida melhora o funcionamento das células, acabando com alguns dos obstáculos e dos bloqueios à perda de peso», afirma Adélaïde d'Aboville, dietista e nutricionista francesa, que recomenda, contudo, um maior consumo dos chás pobres em teína, «como o vermelho, também apelidado de rooibos», sugere a especialista.
O modo de preparo desse chá seca barriga é simples, tudo que você precisa fazer é colocar 200ml de água no fogo, assim que ela começar a ferver é preciso colocar 1 colher de sopa de hibisco na água e tampar a panela. Deixe a infusão descansar por até 10 minutos e depois é só beber ainda quente. O indicado é ingerir esse chá apenas duas vezes por dia.
Quando você reduz drasticamente sua ingestão de calorias por um longo período de tempo, você inevitavelmente vai perder peso. Mas essa privação de calorias também pode causar alguns problemas de saúde, além da perda de músculo e massa magra. Além disso, quando você começa um jejum, seu corpo entra em um modo de conservação, no qual queima as calorias mais devagar para economizar energia.
A perda de peso "rápida e sustentável" é, alegadamente, apenas um dos benefícios. Os "ganhos para a saúde a longo prazo", incluindo redução do risco de diabetes, doenças cardíacas e cancro, são "a grande mais-valia", sublinha. O livro foi escrito com Mimi Spencer, jornalista na área da alimentação, também ela praticante da dieta. Depois de o lermos e reunirmos as regras, pedimos a opinião do nutricionista Miguel Rego.
O chá branco atua no nosso organismo da mesma forma que o chá verde. Desincha, desintoxica e acelera o metabolismo, queimando as gorduras. Mas a vantagem é que faz tudo isso de uma maneira mais intensa e o sabor é muito mais sauve. Extraído da Camellia Sinesis, a diferença está na colheita, as suas folhas são extraídas muito jovens, antes de iniciarem a oxidação e quando ainda estão cobertas por uma penugem esbranquiçada.
O que Polesso chama de substâncias comestíveis são os produtos industrializados que não apresentam muitos nutrientes. “Para queimar gordura naturalmente, você precisa restabelecer o bom funcionamento do metabolismo e do sistema hormonal”, explica, destacando que o primeiro passo para conseguir isso é removendo as toxinas que emperram esse sistema. “As toxinas estão nas substâncias comestíveis, nos açúcares, farináceos processados e carboidratos artificiais. “São estes elementos que fazem com que o metabolismo produza uma grande quantidade de insulina, incentivando o estoque de gordura”, conta.
O ultimato foi dado em janeiro do ano passado. Aos 36 anos, o empresário Frederico Nantes era sedentário, hipertenso e estava à beira de cravar uma marca bem desagradável: 150 quilos redondos na balança. O colesterol e a glicose sob controle eram mantidos à custa de dez comprimidos diferentes ingeridos diariamente. Com uma rotina desregrada e estressante, o dono de uma produtora de eventos e árbitro da Federação Internacional de Atletismo não conseguia de jeito algum seguir uma alimentação balanceada. Tarimbado em dietas, já havia se embrenhado por quatro delas, sem sucesso. Até se apegar a um conceito absolutamente simples, mas aparentemente radical: para emagrecer, basta parar de comer. Na abordagem adotada com a ajuda de um médico, Nantes tirou proveito de um (mau) hábito: pular refeições. A diferença é que, quando comia, em vez de atacar produtos de fast-food ou uma pratada de macarrão, saciava o apetite com salada, acompanhada de carne, frango ou peixe. O resultado valeu a penitência. Depois de treze meses, enxugou 58 quilos e seu índice de gordura corporal passou de 52% para 12%. “Pulava o café da manhã e o almoço, de quatro a cinco vezes por semana. Ainda assim, conseguia fazer exercícios com regularidade”, conta. “Antes, tinha resultados muito modestos, que não me estimulavam a continuar”, diz o ex-gordo, feliz com seus 90 quilos distribuídos por 1,90 metro.
Outras substâncias (enzimas e mucilagens) presentes na planta agem em áreas diferentes. No estômago, facilitam a digestão; no intestino, impedem parte da absorção do carboidrato e da gordura dos alimentos; e nos rins, anulam temporariamente a ação do hormônio antidiurético, quando o organismo aproveita para se livrar do excesso de líquidos. Ainda não acabou: “O hibisco tem vitamina C, que diminui a pressão na parede dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação, e cálcio, mineral importantíssimo para os ossos e um facilitador na perda de peso, segundo estudos recentes”, afirma a bióloga Lúcia Helena Guerra Arantes, de Belo Horizonte.
A capacidade impressionante do jejum intermitente para estimular a produção de hormônio do crescimento também é importante para reduzir o risco de um praticante de desenvolver uma série de tipos de câncer. Comer regularmente desencadeia um processo no corpo para produzir mais e mais células novas – o que pode inadvertidamente acelerar o crescimento de certas células cancerígenas. O jejum, no entanto, dá ao seu corpo um pouco de descanso desta atividade e diminui a possibilidade de novas células se tornarem cancerosas.
A aplicação BodyFast baseia-se em descobertas científicas sobre o jejum intermitente. Estamos empenhados em proporcionar a melhor experiência para os iniciantes do jejum intermitente bem como para os mais experientes. Com a aplicação e o teu plano de jejum semanal pessoal, que é baseado nos teus resultados e objetivos semanais, rapidamente verá os resultados saudáveis, se sentirá melhor e atingirá o teu peso ideal.

Para evitar deficiências nutricionais é essencial cuidar muito bem do que se põe no prato. De acordo com a American Dietetic Association, não é necessário que a complementação do perfil de aminoácidos seja absolutamente precisa, e nem é preciso que ocorra exatamente na mesma refeição, ou seja, a proteína consumida no almoço pode ser complementada com a proteína ingerida no jantar ou em qualquer outra refeição do dia, para melhorar a qualidade do conjunto de aminoácidos essenciais utilizados pelo corpo.
Um dos principais segredos do sucesso quando se trata de alcançar uma perda de peso saudável é comer uma dieta equilibrada. Este é apenas bom senso. Quando se fala em dietas balanceadas, estamos nos referindo a uma dieta que consiste em comer a quantidade certa de alimentos nutritivos. Em um mundo onde fast food e take-aways é o rei, é fácil de obter as quantidades errado mas também perder a qualidade também. A chave é realmente só come quando está com fome (uma das principais razões para o ganho de peso é comer quando você está entediado e não necessariamente com fome) e não exagere.
English: Decrease Body Fat Percentage, Italiano: Diminuire la Percentuale di Massa Grassa, Deutsch: Körperfett Anteil reduzieren, Français: faire diminuer son indice de masse grasse, Русский: уменьшить процент жира в теле, 中文: 降低体脂率, Español: reducir el porcentaje de grasa corporal, Nederlands: Je vetpercentage verminderen, Bahasa Indonesia: Menurunkan Persentase Lemak Badan, Čeština: Jak snížit poměr tělesného tuku, العربية: تقليل نسبة الدهون بالجسم, Tiếng Việt: Giảm tỷ lệ mỡ toàn thân, 한국어: 체지방 비율 낮추는 법
Ao investir em uma dieta vegetariana tradicional, você automaticamente vai passar a ingerir alimentos naturais, que são ricos em nutrientes importantes, como vitaminas e fibras, mas extremamente pobres em calorias, o que vai implicar no emagrecimento. Fazendo essa dieta de forma controlada, você irá começar a perder peso de forma rápida e constante, desde que tenha muita disciplina e não caia nas tentações.

Com sua dieta em mãos, os exercícios cardiovasculares podem acelerar a queima de gordura, utilizando-se das calorias extras. No entanto, se você se empolgar muito com eles podem prejudicar o seu progresso. Excesso de atividade cardio pode auxiliar em uma perca muscular grande. Além disso, a atividade vai fazer você se sentir mais esgotado e cansado!
Os estudos que conhecemos com o IF em humanos são curtos em duração, curtos demais para percebermos o efeito que este padrão alimentar tem realmente na composição corporal e saúde quando adoptado para a vida, ou por um longo período de tempo. Pensando de uma forma evolucionista, o jejum será um sinal externo de ausência de alimento e de um ambiente hostil. Nestas condições o corpo é obrigado a mobilizar reservas, mas ao mesmo tempo garantir que no futuro conseguimos lidar melhor com um factor de stress semelhante – criar mais reservas. Estas adaptações são mediadas hormonalmente por um aumento do cortisol, redução das hormonais sexuais (estradiol e testosterona), leptina, e T3. Pela minha experiência, a tendência a médio-longo prazo da prática de IF é um aumento da acumulação de gordura na faixa abdominal, frontal e flancos essencialmente, e perda de massa muscular generalizada. Um padrão que podemos designar por “falso magro”, com um peso normal mas com uma elevada relação entre a gordura abdominal e membros. Nas mulheres é também comum ocorrerem distúrbios do ciclo menstrual decorrentes da diminuição da leptina, estradiol e progesterona. Consequências reversíveis com a mudança de práticas alimentares.
O que dá esse poder ao hibisco? Sobretudo a alta concentração de antocianina – pigmento da família dos flavonoides -, que tem ação antioxidante (tira boa parte dos radicais livres de cena) e anti-inflamatória (combate a inflamação das células, permitindo que elas voltem a exercer totalmente suas funções). Resultado: “O organismo deixa de acumular toxinas – substâncias inimigas que dificultam o emagrecimento”, explica Lucyanna Kalluf, nutricionista funcional especializada em fitoterapia do Instituto Alpha de Saúde Integral, em São Paulo.

Por mais que você sinta a falta de determinados alimentos no começo da dieta vegetariana, vai se acostumar com o tempo com as frutas, verduras e legumes. Além disso, como o emagrecimento acontece mais rápido, isso acaba servindo como incentivo, especialmente quando as pessoas ao seu redor começarem a notar a sua nova silhueta e as suas roupas ficarem largas.
Um estudo conduzido pela Society for Neuroscience, em 2015, revelou que o jejum intermitente oferece “enormes implicações para a saúde do cérebro”. Segundo o estudo, que foi realizado tanto em seres humanos quanto em animais, a prática estimula o cérebro de várias maneiras diferentes: promove o crescimento de neurônios, ajuda na recuperação após um acidente vascular cerebral, ou qualquer outra lesão cerebral, e melhora o desempenho da memória. Não só o jejum intermitente ajuda a diminuir o risco de um praticante de desenvolver doenças neurodegenerativas como Parkinson ou Alzheimer, mas também há evidências que demonstram que pode até mesmo melhorar tanto a função cognitiva como a qualidade de vida das pessoas que vivem nessas condições.
2. Inclua carboidrato e gordura no prato - esqueça as dietas da moda que eliminam um grupo alimentar da sua vida. Seu organismo precisa de carboidratos, lipídeos (gordura) e proteínas para funcionar direito. O segredo é escolher direito quais alimentos com esses nutrientes você vai consumir. Prefira as farinhas integrais, os lipídeos ricos em ômegas, como castanhas e abacate, e proteínas magras. “Quando fazemos dietas hiperprotéicas e sem carboidratos, utilizamos o músculo como fonte de energia”, explica a endocrinologista da clínica Nuclehum Flávia Ribeiro Funes.
Sou adepta ao JI há alguns meses e te aconselharia: almoçar às 12 hrs (se quiser potencializar seu emagrecimento coma muita salada, legumes e carne, frango ou peixe – esses alimentos te dão a sensação que está de estômago cheio e isso vai reduzir sua fome, EVITE carboidratos, mas se não conseguir eliminar eles, coma menos), durante a tarde você pode comer frutas (às vezes eu como até bolacha, mas somente a integral) e um pouco antes de acabar seu horário , que seria às 18hrs, você pode comer por exemplo novamente salada e um filé de frango.
O Dr. Kahleová disse: “As dietas vegetarianas provaram ser dietas mais eficazes para a perda de peso. No entanto, também mostramos que uma dieta vegetariana é muito mais eficaz na redução da gordura muscular, melhorando assim o metabolismo. Essa descoberta é importante para as pessoas que estão tentando perder peso, incluindo aqueles que sofrem de síndrome metabólica e/ou diabetes tipo 2. Mas também é relevante para qualquer um que leve a sério seu controle de peso e queira permanecer magro e saudável “.[Science Daily]

Pesquisas também sugerem que dietas keto perdem uma porcentagem maior de massa corporal magra - os músculos que queimam calorias e ajudam a manter o metabolismo funcionando. Isso pode afetar suas habilidades de perda de peso no futuro. A maioria das tendências de dieta para perda de peso, como dieta cetogênica e dietas veganas, levará à perda de peso se você as seguir estritamente, mas elas geralmente restringem tanto que as pessoas têm dificuldade em sustentá-las em longo prazo. � importante apresentar um plano que seja aceitável e sustentável com base em suas preferências alimentares individuais, estilo de vida e grau de motivação para mudar o que falhou no passado.


Segundo o nutricionista, não se deve buscar um alimento que "substitua" a carne, mas sim uma revisão da dieta como um todo, incluindo os alimentos ricos em proteína (feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico, soja e derivados), castanhas, nozes e amêndoas, vegetais verde escuros em abundância, muitas frutas e vegetais frescos e ainda optar pelos cereais na sua forma integral sempre que possível. Os tubérculos também têm espaço na dieta vegetariana, desde que não tomem por completo o espaço dos cereais.

Os pesquisadores descobriram que os obesos que seguiram a dieta 16:8 consumiram menos calorias, perderam peso e tiveram melhoras na pressão arterial. Na verdade, em média, os participantes consumiram cerca de 350 calorias a menos, perderam cerca de 3% do seu peso corporal e viram a sua pressão arterial sistólica diminuir em cerca de 7 mm de mercúrio (mm Hg), a medida padrão de pressão sangue. Todas as outras medidas, incluindo massa gorda, resistência à insulina e colesterol, foram semelhantes ao grupo controle.

A aplicação BodyFast baseia-se em descobertas científicas sobre o jejum intermitente. Estamos empenhados em proporcionar a melhor experiência para os iniciantes do jejum intermitente bem como para os mais experientes. Com a aplicação e o teu plano de jejum semanal pessoal, que é baseado nos teus resultados e objetivos semanais, rapidamente verá os resultados saudáveis, se sentirá melhor e atingirá o teu peso ideal.

O especialista afirma que uma das vantagens do jejum é que a queima de gordura ocorre sem a perda da massa muscular, também conhecida como massa magra. “A massa é mantida porque o jejum eleva o hormônio do crescimento e isso previne qualquer queima de músculo”, diz ele. Polesso explica que o músculo é um tecido metabolicamente ativo, ou seja, ele consome energia e caloria somente por existir. “Perder massa muscular não é adequado para o processo de emagrecimento.”
Jejuar para alcançar benefícios físicos e mentais não é exatamente uma novidade. Grupos religiosos, sejam eles hindus, cristãos, muçulmanos ou judeus, deixam de comer por períodos predeterminados como ato de contrição e também como exercício de autocontrole. A prática só é vetada para gestantes, pessoas com tendência à bulimia e anorexia ou com doenças que levem à hipoglicemia. Para os demais, em princípio, não há restrição. Em geral a dieta começa com uma redução nas porções de alimento até que o paciente se sinta confortável em eliminar uma das refeições. “A curto prazo, o jejum funciona e não acarreta efeitos indesejáveis, como perda de massa muscular. O que ­não sabemos é como ele afeta a longo prazo”, diz a nutróloga Lenita Zajdenverg, professora da UFRJ e coordenadora científica da Sociedade Brasileira de Diabetes Rio de Janeiro (SBD-RJ). Mesmo com todo o frisson científico que existe em torno do assunto, essa é uma dúvida que ainda vai demorar para ser esclarecida.
Eu gosto dessa frase. É fazer uma limonada (não-calórica) com os limões que a vida te dá, e de todos pensamentos transcedentais contidos no livro do Hesse, essa linha me chama atenção como uma maneira bacana, sem nonsense, de tirar o melhor de uma situação ruim. Sem dúvidas sobre isso. Mas quão útil ela é, realmente, para os leitores de hoje ? Muito poucos de nós jamais passaram por uma situação de "não ter o que comer". Ao contrário, a comida está sempre à mão, com pouco esforço necessário para obtê-la. Na prática, isso não é completamente verdade. Lixo processado e fast food estão sempre disponíveis, enquanto as coisas boas - carnes frescas e verduras, comida de verdade, você sabe - requerem preparo, cozimento, tempo, e lavar pratos. Mas o ponto principal continua valendo: nós raramente ficamos sem.
Faça treinamento intervalado de alta intensidade. Esse tipo de treinamento, conhecido em inglês como HIIT (sigla para high intensity interval training) está em alta hoje em dia. Estudos mostram que ele queima mais gordura em menos tempo. Ele acelera o metabolismo rapidamente e o mantém acelerado depois do treino também – tanto que foi criado um termo para descrever isso fenômeno: efeito “afterburn”.[8] Então poupe suas desculpas quando tiver só 15 minutos para malhar!
Reservamos energia sob a forma de gordura para um eventual período de escassez alimentar. Assim, qual seria o sentido de armazenar energia como gordura e num primeiro momento de escassez começarmos a consumir o músculo?! Quando o organismo entra em modo de jejum são ativados mecanismos hormonais que levam à mobilização da gordura acumulada como fonte de energia (p.ex. descida da insulina) e simultaneamente à preservação do músculo (p.ex. aumento da hormona de crescimento GH) .8,9,10,11,12,13

Chá Verde influencia os Hormônios a Queimar Gordura – O EGCG ativo no Chá Verde também, aumenta os efeitos de alguns hormônios da queima de gordura. Inibindo uma enzima que quebra o hormônio noradrenalina (8). Quando esta enzima é inibida, a quantidade de norepinefrina aumenta (9). Este hormônio é usado pelo sistema nervoso como um sinal para as células de gordura, dizendo-lhes para quebrar a gordura.
Kahleová acrescenta que os resultados são particularmente importantes para doentes de diabetes tipo 2 e síndrome metabólica: “Esta descoberta é importante para pessoas que estão a tentar perder peso, incluindo pessoas que sofrem de síndrome metabólica e diabetes tipo 2. Mas também é relevante para qualquer pessoa que leve a sério o seu controlo de peso e queira permanecer saudável.”
O ideal é consumir apenas duas xícaras de chá diariamente dessa combinação. O modo de preparo desse chá consiste em colocar 1 pau de canela e 10 cravos da índia em 500ml de água fervendo e deixar cozinhar por 5 minutos. Assim que retirar o chá do fogo é preciso adicionar o gengibre ralado a gosto e deixar a infusão agir por 3 minutos para então toma-lo.
Essa alternativa, 100% natural, são os chás seca barriga. Porém, é importante destacar, que não são todos os chás que podem promover o efeito que você deseja, ou seja, eliminar as gorduras indesejadas. Apenas alguns deles são realmente eficazes e podem ser denominados de chá seca barriga. Você poderá conferir as receitas exclusivas desses chás ao longo desse post:
×