Boa noite! Comecei o jejum ha tres dias, e para meu espanto, esta indo tudo muito tranquilo. Nunca imaginei que eu conseguisse ficar 16 horas sem comer! Fazen tres dias que nao me sinto estressada e nem com dor de cabeca! Estou muito feliz, comecei pesando 84k, minha meta é emagrecer 10k e nao engordar mais! Agradeço pela materia e depois conto os resultados.
De acordo com Sabrina, a carqueja é outra planta que pode auxiliar no processo de emagrecimento. “O chá é feito em infusão com as hastes da planta, possui um gosto amargo. Ela é indicada para auxiliar no emagrecimento por ter efeitos diuréticos e laxantes. Também é usada para combater problemas hepáticos, digestivos e no controle da diabetes”, diz.
— O gasto calórico de repouso, o metabolismo basal, isto é, o que queimamos sem fazer nada, varia de acordo com genética, idade, peso e massa muscular. Porém a digestão do vegetariano costuma ser acelerada porque ele ingere menos gorduras e mais fibras, e segue uma dieta fracionada, comendo poucas porções em intervalos menores no dia. E come alimentos de alta densidade nutricional e baixas calorias.
Ao restringir o consumo de alguns alimentos deixamos muitas vezes de ingerir nutrientes essenciais ao nosso organismo. No caso da Dieta Vegetariana, ao serem excluídos alimentos de origem animal, estamos deixando de consumir nutrientes como vitamina B12, cálcio, ferro e zinco. O cálcio é um mineral que participa da formação e manutenção de dentes e ossos, uma drástica restrição em seu consumo a longo prazo pode favorecer o desenvolvimento de osteoporose. Já a vitamina B12 é um micronutriente encontrado exclusivamente em produtos de origem animal e utilizado na síntese de glóbulos vermelhos, atuando na prevenção de anemia. O ferro é uma das maiores preocupações, ao se avaliar a alimentação dos seguidores da Dieta Vegetariana, pois assim como a vitamina B12 esse mineral é um componente fundamental dos glóbulos vermelhos, pois junto como a hemoglobina realiza o transporte de oxigênio na corrente sanguínea. As carnes são as principais fontes desse nutriente, também são encontrados em verduras verde escuro e leguminosas, contudo nesse caso para ser absorvido é preciso a associação com a vitamina C. O zinco também encontrado nas carnes é fundamental para síntese de muitas enzimas assim como desempenha importante papel na formação de proteínas e divisão celular. É importante que os seguidores da Dieta Vegetariana sejam acompanhados por médicos e/ou nutricionistas, pois estes profissionais poderão orientá-los indicando possíveis alternativas para suprir o consumo destes nutrientes, o que geralmente é atingido por meio de suplementação.

Assim como Harvard, ela recomenda um cardápio com água, chás e pouco café, legumes, verduras, frutas, cereais integrais, leite e derivados magros, frutas oleaginosas, azeite extravirgem, ervas aromáticas, molho de tomate caseiro, vinho tinto moderado, suco de frutas (naturais), especiarias, peixes, frango orgânico, ovos caipiras ou orgânicos. E é a favor de até 300g de carne de boi magra por semana, divididas em duas a três refeições semanais.

Uma dieta baseada em alimentos de origem vegetal possui uma baixa densidade calórica, além de quantidade reduzida de gorduras totais, saturada e colesterol, o que pode favorecer não somente a perda de peso, mas também manter níveis de gorduras sanguíneas baixos, prevenindo assim o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Com uma alimentação rica em frutas, legumes e verduras a quantidade de fibras, vitaminas e minerais fica dentro dos níveis recomendados. Com o alto consumo de fibras o bom funcionamento do intestino e a sensação de saciedade também são favorecidos.
Dieta Vegetariana: A Dieta Vegetariana, assim como a maioria das dietas da moda, é normalmente feita sem o acompanhamento de profissionais. No entanto, por ocorrer tantas restrições alimentares é muito importante o acompanhamento médico presencial, que poderá avaliar a necessidade de suplementar algum nutriente, como ferro, vitamina B12, zinco, evitando carências nutricionais.
Eu não sou especialista no assunto mas posso visualizar o que está errado. Alie o Jejum Intermitente à dieta low carb e à redução de calorias diárias. O erro está em comer carboidratos na janela e pior ainda arroz, feijão e bolacha água e sal. Pesquise por calculadora de taxa de metabolismo basal e procure ingerir bem menos calorias do que consome. Terá sempre que calcular a quantidade de energia ingerida através dos alimentos . Use a calculadora de calorias dos alimentos para isso. Eu comecei esse Jejum intermitente e perdi 5 Kg na primeira semana. Já estou no vigésimo terceiro dia e perdi 8 Kg . Menos do que eu imaginava pois dei umas recaídas e comi pão e sorvete em jejum. Mas se seguir a risca, a dieta funciona.

Recientemente ha habido muchas noticias sobre té verde. El té verde, que se ha informado de tener propiedades anticancerígenas y elevar los niveles de antioxidantes en la sangre que puede evitar las enfermedades del corazón, ahora parece tener el potencial para promover la pérdida de peso. Pruebas preliminares de laboratorio en ratones ponen adelante la capacidad de té verde en la pérdida de peso por la quema de calorías y grasa necesaria para bajar de peso.
Quem costuma fazer dietas conhece muito bem estes ingredientes, por serem alimentos termogênicos, ou seja, que elevam a temperatura do corpo e aceleram o metabolismo. Ao misturar uma colher de café de gengibre picado e meio pau de numa panelinha com uma xícara de água e deixar ferver por dez minutos, estarão a preparar um chá que aumenta a sensação de saciedade, reduz o apetite e ainda estimula a queima de gordura. Pode-se fazer um chá utilizando somente um deles, mas juntando-os estamos a potenciar os seus benefícios!
Os ativistas vegetarianos deveriam focar tambem e talvez até mais fortemente no fato de a industria agropecuaria ser responsavel por cerca de 60% no uso dos nossos recursos hidricos e na emissão de gases do efeito estufa, sendo somente ela a maior responsavel pela degradação do nosso eco sistema, muito mais que a emissao de gases pelos automoveis por exemplo.
Tenho apenas 13 anos e sou vegetariana por escolha própria, não conheço ninguém assim mais resolvi adiquirir a dieta pelo motivo principal de não querer colocar um animal morto no meu prato e nem colocá-lo na boca, devemos comer vida e não fazer do nosso corpo um necrotério, meus pais não aceitaram por acharem que uma dieta sem carne é prejudicial a saúde, mais na verdade é mais saudável, me sinto bem melhor em comer coisas que eu sei que vão me fazer bem mesmo eu muitas vezes nem gostando tando do sabor. Além disso eu tinha muitos problemas no estomago, mais eram piscicológicos, hoje melhoraram muito.
Assim, sempre que escolhermos um alimento rico em hidratos de carbono, devemos preferir vegetais, frutas da época (maçã, pêra, pêssego, morangos, citrinos), leguminosas (feijão, grão, lentilhas e soja) e cereais integrais (flocos de cevada integral, aveia integral, massas integrais, arroz integral e pão integral) e evitar cereais refinados, frutas tropicais e, obviamente, açúcar e doces.
Um grupo de investigadores do Instituto de Medicina Clínica e Experimental, em Praga (República Checa), analisou 74 pessoas com diabetes tipo 2 que participaram numa dieta vegetariana ou numa dieta típica “antidiabética”, que seguiu as recomendações oficiais da Associação Europeia para o Estudo de Diabetes. Todos os participantes estavam restritos a uma dieta de 500 calorias por dia.
Meio Ambiente: Sua temperatura corporal é estritamente regulada pelo hipotálamo em seu cérebro. Este termostato interno recebe sinais de receptores ao redor do seu corpo que detectam a temperatura. Quando a temperatura do seu corpo começa a diminuir, por exemplo, em resposta a temperaturas frias, o hipotálamo envia um sinal para os músculos se contraírem. Essas contrações musculares, ou tremores, ajudam a produzir calor e aquecer seu corpo. Assim, expor-se a um clima frio pode impulsionar o seu metabolismo através da termogênese.
O jejum é programado, isto é, o tempo em que você fica sem comer é pré-estabelecido, com rotinas que podem ser, por exemplo, de 16 horas de jejum intercalados com uma janela alimentar de oito horas. Nesse cenário, você almoçaria ao meio-dia e faria as outras refeições até as 20h – comer de novo, só no almoço do dia seguinte. Há várias formas de fazer jejum, que pode ser praticado todos os dias, ou dia sim, dia não, ou ainda uma vez por semana. Pode durar 12, 16, 24 horas. Parece difícil de aguentar a fome, não é? Mas isso depende da sua dieta. Schaurich explica que, se você já segue uma alimentação com pouco carboidrato e rica em gordura natural, a abstinência é mais fácil. Caso contrário, o começo pode ser mais complicado. Mas, à medida que você avança, o organismo se habitua.

A prática do jejum é algo comum na história dos seres humanos. Além do jejum fazer parte das principais religiões, (incluindo o cristianismo, islamismo e o budismo), nossos ancestrais não tinham comida disponível o ano todo em supermercados e geladeiras para fazer 3 ou 4 refeições por dia. Até o por isso o JI é uma prática comum entre os adeptos da dieta paleo.
Mas o que exatamente estaria por trás desta fantástica descoberta? Como é possível comer o que se quer sem se preocupar com as calorias? É exatamente isso que os cientistas estavam tentando descobrir, pois a maioria das intervenções de perda de peso focam na redução de calorias. Porém, este estudo mostra que padrões alimentares veganos e vegetarianos, sem restrição calórica, podem resultar em maior perda de peso do que aqueles que incluem carne.
O objetivo inicial do estudo era avaliar como o jejum intermitente pode alterar a capacidade de metabolização de gordura e açúcares do organismo. Mas os resultados mostraram que em 59 dias, o grupo que seguiu o jejum intermitente perdeu pelo menos 5% do peso e diminuiu em 9% os índices da pressão arterial. Já os voluntários que cumpriram a dieta com menos calorias diárias precisaram de 73 dias para perder a mesma quantidade de peso e diminuíram a pressão arterial em apenas 2% no final de todo o processo.

Após anos me alimentando de três em três horas vi o ponteiro da balança estacionar e não sair mais do lugar. Decidi então partir para o jejum intermitente, e essa foi a melhor decisão que poderia ter tomado. Emagreci, não sinto que eu tenha ficado flácida e também não passei fome. Optei pelo método 16/8 e 18/6, mantive a musculação 3x por semana, me alimentei bem e não deixei a minha tacinha de vinho tinto de lado????. Recomendo o método para todos aqueles que querem se livrar da escravidão da marmita.


Bom dia !!Foi a melhor matéria q li sobre o jejum intermitente até agora.Começei a fazer tem apenas 2 dias.Não tive dificuldade porque não sinto fome de manhã.Estou conseguindo fazer a última refeição ás 18h .A dica p quem trabalha é levar a marmita p conseguir fazer a última refeição nesse horário.Estou muito animada .Quero voltar para meu peso que é de 57 kg.Entrei na menopausa e acho q preciso ficar de olho na balança agora mais do q nunca.Começei o jejum com 61.500kg e hoje 2 dias depois já perdi 1kg?.Muito feliz !!

O primeiro grupo consome o leite e seus derivados, porém não come ovos nem carne. O segundo exclui totalmente a carne do cardápio, mas come leite, seus derivados e também ovos. Já o terceiro grupo é mais radical e não consome qualquer produto que tenha origem animal. E esse é o grupo que mais tem restrições e no qual se baseiam a grande maioria das dietas vegetarianas.

© 2018 - DicasOnline.com © Desde 2015 A Facilitar a Sua Vída - O uso deste site implica a aceitação da nossa Politica de Privacidade bem como do nosso Disclaimer. Este site não faz parte do Facebook. O Facebook INC não tem qualquer responsabilidade nos conteúdos aqui criados. FACEBOOK é uma marca registada por FACEBOOK, Inc. Morada: Rua Lino José Sousa Ferreira, Edifício Roma Loja 8 4760 - 143 - Vila Nova Famalicão Portugal - TLF: 00351 223 750 155


Muito se ouve falar atualmente sobre o termo Jejum Intermitente. Agora você vai saber tudo sobre ele, o queridinho das famosas (a dieta da Deborah Secco), vai saber como funciona o jejum intermitente, que promete emagrecer de forma rápida e segura, apenas regulando o horário e a quantidade das refeições. Será que o jejum intermitente emagrece realmente?
Existem vários protocolos de jejum: curtos (<24h) , prolongados (>24h) e até mais extensos (>3 dias). Pretendendo ser uma arma terapêutica simples, o período de jejum deve ser adaptado à situação clínica e também enquadra-se no quotidiano e preferências individuais. Ao contrário de seguir recomendações alimentares complicadas, fazer jejum é simples, económico, flexível e conveniente. Uma dica muito simples é jantar mais cedo, e sem qualquer esforço garantir pelo menos as 12h de jejum noturno.
- Por não consumirem produtos de origem animal, vegetarianos não comem gordura saturada e, portanto, acumulam menos calorias. Para ter ideia, um grama desse nutriente tem 9kcal. Vegetarianos ainda comem mais fibras de frutas, legumes, verduras, cereais integrais e leguminosas; e as fibras saciam. Então a ingestão de calorias total do dia é pouca - explica Marcela. - Um fato que sempre achei, e que o artigo mostra, é que vegetarianos são mais preocupados com a qualidade de vida. Isso também ajuda a emagrecer. Alimentação deve ser equilibrada e fracionada

Proteína de nozes, manteigas, de soja e de baixa gordura produtos lácteos para uma dieta vegetariana plano de perda de peso são ainda mais inteiro do que o que você recebe de carne, além de que eles são mais baixos em gorduras saturadas. A adição de cálcio em sua dieta vegetariana plano de perda de peso também pode ajudar você a perder peso mais rápido, como em seu recente comprovada de queima de gordura qualidades.
Assim como Harvard, ela recomenda um cardápio com água, chás e pouco café, legumes, verduras, frutas, cereais integrais, leite e derivados magros, frutas oleaginosas, azeite extravirgem, ervas aromáticas, molho de tomate caseiro, vinho tinto moderado, suco de frutas (naturais), especiarias, peixes, frango orgânico, ovos caipiras ou orgânicos. E é a favor de até 300g de carne de boi magra por semana, divididas em duas a três refeições semanais.
O fato de você não ter o corpo “dos sonhos” não significa que há algo errado com sua saúde, mas casos de obesidade, anemia e outras doenças crônicas precisam ser tratados. Saber que está tudo certo com você é uma ótima maneira de começar a fazer as pazes com seu corpo, agradecendo por ele estar em perfeitas condições. Saúde em primeiro lugar sempre, porque sem ela não há corpo bonito que garanta a felicidade.
RIO - Dietas têm muitos nomes, mas a única que leva a uma radical perda de peso é a vegetariana. E isto vale especialmente para quem nunca fez. Esta é a conclusão dos médicos americanos Susan E. Berkow e Neal Barnard, depois de analisarem 40 estudos diferentes relacionando hábitos vegetarianos e massa corporal. Os dois notaram que as mulheres vegetarianas pesam de 6% a 17% menos do que as que são carnívoras. E o mesmo vale para os homens: os que não comem carne são de 8% a 17% mais magros. INFOGRÁFICO: O prato do brasileiro

2. Inclua carboidrato e gordura no prato - esqueça as dietas da moda que eliminam um grupo alimentar da sua vida. Seu organismo precisa de carboidratos, lipídeos (gordura) e proteínas para funcionar direito. O segredo é escolher direito quais alimentos com esses nutrientes você vai consumir. Prefira as farinhas integrais, os lipídeos ricos em ômegas, como castanhas e abacate, e proteínas magras. “Quando fazemos dietas hiperprotéicas e sem carboidratos, utilizamos o músculo como fonte de energia”, explica a endocrinologista da clínica Nuclehum Flávia Ribeiro Funes.
Kahleová acrescenta que os resultados são particularmente importantes para doentes de diabetes tipo 2 e síndrome metabólica: “Esta descoberta é importante para pessoas que estão a tentar perder peso, incluindo pessoas que sofrem de síndrome metabólica e diabetes tipo 2. Mas também é relevante para qualquer pessoa que leve a sério o seu controlo de peso e queira permanecer saudável.”
5. Beba bastante água - a hidratação é essencial para quase todas as funções do corpo humano e ajuda a manter a temperatura corporal estável. É muito comum em dietas restritivas a perda de peso ser pura desidratação. Não existe uma quantidade certa de líquido ideal para todos. Ela depende das atividades físicas, clima, peso, metabolismo, dieta, etc. O único jeito de saber se você está ingerindo uma boa quantidade de água é olhando para o seu xixi. Se ele estiver amarelo-claro, está tudo certo. Se estiver escuro ou com odor forte, aumente já a quantidade diária.
Frutas – Frutas são a resposta da natureza ao desejo por doces. Elas são cheias de açúcares não refinados e tiram o desejo de comer açúcar quase instantaneamente. Ao invés de comer suas frutas da maneira que normalmente come, inteiras e cruas, tente adicioná-las a uma salada ou usá-las em forma de purê para um molho ou marinada. Frutas grelhadas também são deliciosas e completamente aceitáveis em uma dieta vegetariana. Você também pode usar sucos como bebida (como na dieta de sucos e tomando sucos para perder peso é considerada uma opção saudável).
No entanto, ele tem ponderações. A primeira diz respeito ao tempo de análise: somente um mês. É que em outro trabalho conduzido em seu laboratório, cuja duração foi de oito meses, deu para constatar que a perda de peso veio acompanhada de ameaças à saúde. “Embora magros, os animais do jejum apresentavam mais gordura corporal em relação aos que fizeram a restrição calórica”, informa. Tal característica contribui, por exemplo, para maior resistência à ação da insulina, o que dificulta o aproveitamento do açúcar no sangue e pavimenta o caminho para o surgimento do diabetes tipo 2.
— O gasto calórico de repouso, o metabolismo basal, isto é, o que queimamos sem fazer nada, varia de acordo com genética, idade, peso e massa muscular. Porém a digestão do vegetariano costuma ser acelerada porque ele ingere menos gorduras e mais fibras, e segue uma dieta fracionada, comendo poucas porções em intervalos menores no dia. E come alimentos de alta densidade nutricional e baixas calorias.
"Segunda a medicina oriental, a água quente ajuda na digestão dos alimentos e a eliminar toxinas do organismo. Por isso mesmo, o ideal seria ingerir um pouco de água quente após as refeições e logo ao acordar", conta Sara. A água quente em jejum ajuda no funcionamento metabólico e a equilibrar a temperatura do corpo, que fica abaixo do normal quando acordamos.

A adoção de uma dieta vegetariana e/ou vegana fez com que ocorresse perda de peso, mesmo na ausência de exercícios ou contagem de calorias. Estes incríveis dados foram resultados da meta-análise publicada no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, no dia 22 de janeiro de 2015. Foram envolvidos 755 participantes da Finlândia, Noruega, Polônia, Espanha, Suécia e Estados Unidos. Os estudos variaram de quatro semanas a dois anos, com uma perda de peso média de 4,5kg durante um período de 44 semanas.


Com sua dieta em mãos, os exercícios cardiovasculares podem acelerar a queima de gordura, utilizando-se das calorias extras. No entanto, se você se empolgar muito com eles podem prejudicar o seu progresso. Excesso de atividade cardio pode auxiliar em uma perca muscular grande. Além disso, a atividade vai fazer você se sentir mais esgotado e cansado!
Os pesquisadores acompanharam 74 pessoas com diabetes tipo 2. Os participantes foram divididos em dois grupos que receberam diferentes dietas, sendo elas uma típica dieta antidiabética, seguindo recomendações da Associação Europeia para o Estudo de Diabetes (EASD), e uma dieta vegetariana. A segunda opção consistia em frutas, vegetais, nozes, sementes, grãos e legumes, com produtos animais limitados a uma porção diária de iogurte com baixo teor de gordura.
Se você já fez dieta e escutou à exaustão que o ideal é comer de três em três horas, pode ficar com um pé atrás ao ouvir falar do jejum intermitente, prática em que a pessoa não se alimenta por períodos de tempo maiores – e que pode ser aliada na perda de peso. A técnica vem ganhando popularidade entre quem quer emagrecer e é a aposta de atrizes como Deborah Secco, que começou a dieta ainda no sexto mês de gestação, quando já tinha ganhado 19 quilos, e seguiu apostando nela para recuperar a forma depois do parto.
O que Polesso chama de substâncias comestíveis são os produtos industrializados que não apresentam muitos nutrientes. “Para queimar gordura naturalmente, você precisa restabelecer o bom funcionamento do metabolismo e do sistema hormonal”, explica, destacando que o primeiro passo para conseguir isso é removendo as toxinas que emperram esse sistema. “As toxinas estão nas substâncias comestíveis, nos açúcares, farináceos processados e carboidratos artificiais. “São estes elementos que fazem com que o metabolismo produza uma grande quantidade de insulina, incentivando o estoque de gordura”, conta.
A principio, nos primeiros dias de jejum, não é recomendado treinar depois de muito tempo sem comer, sob o risco de sentir náuseas, fortes dores de cabeça e tontura. Após esse período de adaptação, muitos praticantes já relataram total tranquilidade para fazer o treino, dentro da janela ou não. Pode ser que seja questão de costume, pode ser que algumas pessoas não se adaptem. Alguns médicos, nutricionistas e educadores físicos tem defendido e estudado os treinos durante jejum. De qualquer forma, para nós, “meros mortais”, que treinamos apenas em busca de um corpo bacana, definição leve e saúde, e não profissionalmente, o ideal é tentar treinar sempre durante as janelas de alimentação. Vamos falar mais sobre isso logo a seguir.
A proteína alimenta os músculos e ajuda a construir mais massa muscular magra. Pois é processada mais lentamente do que os hidratos de carbono, ajuda você a se sentir saciado por mais tempo, então você comer menos. Ele também dá energia sustentável ao longo do dia, é por isso que os atletas escolher para comer proteína durante a maratona de corridas para manter seus níveis de energia elevados.
A Dieta Vegetariana pode ajudar você a alcançar uma variedade de objetivos de saúde incluindo perda de peso, benefícios cardiovasculares, controle de diabetes e gerenciamento da diabetes. A ideia básica por trás dessa dieta é eliminar carnes e se adaptar ao estilo de vida vegetariano. Isso pode ser difícil para pessoas que estão acostumadas a comer carne regularmente, mas os benefícios podem realmente valer a pena.
Indivíduos que ingerem regularmente estes tipos de gorduras e evitam a gordura saturada (existente nas carnes gordas, lacticínios gordos, óleo de palma e óleo de coco) e hidrogenada (incluída em margarinas, biscoitos, bolachas, bolos, folhados e comida pré-confeccionada) têm menor incidência de doenças cardiovasculares e apresentam uma percentagem de massa gorda saudável e um estudo recente feito a indivíduos que realizavam treino cardiovascular, concluiu que a ingestão diária de 4 gramas de óleo de peixe durante 5 semanas, aumenta a utilização de gorduras durante este tipo de exercício.
Por mais que você sinta a falta de determinados alimentos no começo da dieta vegetariana, vai se acostumar com o tempo com as frutas, verduras e legumes. Além disso, como o emagrecimento acontece mais rápido, isso acaba servindo como incentivo, especialmente quando as pessoas ao seu redor começarem a notar a sua nova silhueta e as suas roupas ficarem largas.
sei diferenciar FOME de VONTADE como de tudo e continuo emagrecendo cada dia mais,pesava 87kg hoje estou com 78,faço acompanhamento com nutri ,malho de manhã ,musculaçao,a noite 3x na semana vou pra rua com personal,mas 100% é realmente alimentação,precisa termos uma consciencia ,desde quando nao queremos gordura no corpo,TMB NAO DEVEMOS INGERI-LAS ,é maravilhoso ver o resultado,.DIETA+TREINO=FELICIDADE
Quem costuma fazer dietas conhece muito bem estes ingredientes, por serem alimentos termogênicos, ou seja, que elevam a temperatura do corpo e aceleram o metabolismo. Ao misturar uma colher de café de gengibre picado e meio pau de numa panelinha com uma xícara de água e deixar ferver por dez minutos, estarão a preparar um chá que aumenta a sensação de saciedade, reduz o apetite e ainda estimula a queima de gordura. Pode-se fazer um chá utilizando somente um deles, mas juntando-os estamos a potenciar os seus benefícios!
×