Quando se trata de perder gordura, uma dieta vegetariana é duas vezes mais eficaz do que a carnívora. De acordo com novo estudo, publicado no periódico científico Journal of the American College of Nutrition, essa alimentação acelera o metabolismo reduzindo fatores de risco da síndrome metabólica e diabetes tipo 2, como contribui para o alcance da perda de peso almejada, melhora o controle da glicemia e aumenta a sensibilidade à insulina.
Os vegetarianos também adoecem menos do coração, porque seu níveis de colesterol são baixos e sua pressão fica melhor controlada. E ainda estão protegidos contra diabetes, que se tornou epidemia global. Os adeptos da dieta vegan — os vegetarianos extremos, que passam longe de qualquer produto de origem animal, incluindo carnes, ovos, leite e seus derivados — são os mais magros de todos, segundo Marcela Knibel, autora de "Nutrição contemporânea — Saúde com sabor" (Rubio, com Dora Cardoso). A dieta rica em vegetais eleva em 16% o efeito térmico dos alimentos por até três horas após a refeição.
Mas o que exatamente estaria por trás desta fantástica descoberta? Como é possível comer o que se quer sem se preocupar com as calorias? É exatamente isso que os cientistas estavam tentando descobrir, pois a maioria das intervenções de perda de peso focam na redução de calorias. Porém, este estudo mostra que padrões alimentares veganos e vegetarianos, sem restrição calórica, podem resultar em maior perda de peso do que aqueles que incluem carne.
É realmente alarmante o número de pessoas que praticam atividades físicas, se alimentam bem, mas mesmo assim ainda não conseguem atingir o corpo dos seus sonhos. No entanto, o que elas e provavelmente você também não saiba é que existe uma maneira de contribuir para que o processo de emagrecimento seja mais rápido e você consiga atingir, definitivamente, o corpo que sempre sonhou.
O seu metabolismo é um dos pontos chaves para a queima de gordura corporal. Quanto mais acelerado ele estiver, mais gordura e calorias você queimará, por isso, adicione alimentos que ajudam a perder calorias mesmo sem dieta como nabo, rúcula, chá verde, pimenta vermelha e gengibre, que são termogênicos e possuem a propriedade de acelerar o metabolismo e queimar mais calorias durante o processo de digestão. Outra dica importante é nunca pular refeições, fazendo entre 5 a 6 refeições diariamente. Dessa forma, você evitará que seu organismo entre em estado de privação, obrigando-o a gastar a energia dos alimentos consumidos em vez de armazená-la na forma de gordura.

A prática do jejum é algo comum na história dos seres humanos. Além do jejum fazer parte das principais religiões, (incluindo o cristianismo, islamismo e o budismo), nossos ancestrais não tinham comida disponível o ano todo em supermercados e geladeiras para fazer 3 ou 4 refeições por dia. Até o por isso o JI é uma prática comum entre os adeptos da dieta paleo.
Não é difícil obter variações você precisa de uma dieta vegana, mas o melhor é aquele que fornece a abundância de proteínas, gorduras e hidratos de carbono. Tendo isso em mente para suas refeições diárias irá contribuir muito para o sucesso da sua dieta vegetariana plano de perda de peso. Vamos aprofundar mais sobre por que eles são tão importantes.
Nos dias de jejum, os horarios das refeicoes ficam ao criterio de cada um. Michael Mosley optava por tomar o pequeno-almoco e jantar, com um intervalo de 12 horas. Mimi Spencer, por seu lado, fazia duas refeicoes e alguns petiscos. Nos cinco dias restantes, nao ha regras ou alimentos proibidos. A dieta destina-se a pessoas sem contraindicacoes, incluindo se sofrem de obesidade (com acompanhamento especializado) ou nao querem perder peso.
É realmente alarmante o número de pessoas que praticam atividades físicas, se alimentam bem, mas mesmo assim ainda não conseguem atingir o corpo dos seus sonhos. No entanto, o que elas e provavelmente você também não saiba é que existe uma maneira de contribuir para que o processo de emagrecimento seja mais rápido e você consiga atingir, definitivamente, o corpo que sempre sonhou.
Já na parte dos exercícios, é importante combinar uma atividade aeróbica, como caminhadas, corridas, natação ou dança, por exemplo, com uma atividade anaeróbica, como musculação, ginástica localizada ou pilates. E em se tratando do tema emagrecimento, as atividades aeróbicas são as mais indicadas e a orientação e acompanhamento de um educador físico também é indispensável para um bom resultado. Dessa forma podemos concluir que o emagrecimento é saudável de fato quando associamos exercícios físicos com reeducação alimentar, combinação obrigatória, e mais trabalhora, que se feita da forma certa ajuda a perder gordura corporal. 
A autofagia (do Grego auto-, significa “próprio“, e phagein, significa “comer“) é um processo no qual o organismo se recicla a si próprio, garantindo a energia e “material” para o restauro celular. A autofagia é um processo fundamental na resposta do organismo ao stress, na eliminação de bactérias e vírus após infecções, no desenvolvimento embrionário e diferenciação celular e na eliminação de proteínas “danificadas” (fundamental para combater o envelhecimento e doenças associadas). A perturbação da autofagia está associada a doenças como a diabetes tipo 2, Parkinson, entre outras.

Com o jejum intermitente, as células do corpo tornam-se mais resistentes ao stress e mais capazes de suportar doenças. A reação do corpo ao jejum é semelhante à sua reação ao desporto – através de “treino” frequente, torna-se mais resistente a doenças. A autofagia também é estimulada pela remoção de proteínas disfuncionais da célula. (Ligação 1, Ligação 2)
A prática do jejum é algo comum na história dos seres humanos. Além do jejum fazer parte das principais religiões, (incluindo o cristianismo, islamismo e o budismo), nossos ancestrais não tinham comida disponível o ano todo em supermercados e geladeiras para fazer 3 ou 4 refeições por dia. Até o por isso o JI é uma prática comum entre os adeptos da dieta paleo.
Descanse. De verdade. Você pode estar se sentindo uma usina de energia que não pode ser parada, mas seu corpo precisa de descanso. Principalmente se você estiver se dedicando a levantar pesos como se fosse um profissional, os músculos precisam de tempo para regeneração. Tire um dia de descanso. Você não precisa ficar sentado no sofá o dia inteiro, mas deixe seu corpo se curar.

RIO - Dietas têm muitos nomes, mas a única que leva a uma radical perda de peso é a vegetariana. E isto vale especialmente para quem nunca fez. Esta é a conclusão dos médicos americanos Susan E. Berkow e Neal Barnard, depois de analisarem 40 estudos diferentes relacionando hábitos vegetarianos e massa corporal. Os dois notaram que as mulheres vegetarianas pesam de 6% a 17% menos do que as que são carnívoras. E o mesmo vale para os homens: os que não comem carne são de 8% a 17% mais magros. INFOGRÁFICO: O prato do brasileiro
Os pesquisadores acompanharam 74 pessoas com diabetes tipo 2 que foram divididos em dois grupos, recebendo duas dietas distintas – uma antidiabética, seguindo recomendações da Associação Europeia para o Estudo da Diabetes (EASD), e a outra vegetariana, consistindo em frutas, vegetais, nozes, sementes, grãos e legumes, com produtos animais limitados a uma porção diária de iogurte com baixo teor de gordura.
A pesquisa analisou 74 participantes com diabetes tipo 2, que eram divididos em dois grupos: quem seguiu uma dieta vegetariana, composta principalmente de frutas, grãos, vegetais e nozes, sendo que o único produto de origem animal era um iogurte desnatado, por dia; e quem seguiu uma dieta de baixa caloria tradicional, que não impactava na doença crônica. O estudo acompanhou os participantes durante seis meses e a ideia inicial era ver o impacto dessas dietas na saúde dos diabéticos.
A privação de comida não chega a ser uma novidade, apesar de soar assim. Por motivos de escassez, lá no tempo das cavernas, ou por razões religiosas, o homem foi (e ainda é) constantemente desafiado pelo jejum. Basta pensar no mês do Ramadã, quando os muçulmanos ficam sem comer desde o amanhecer até o pôr do sol durante cerca de 30 dias. Os cientistas, sempre curiosos, estão há décadas de olho nos efeitos da abstinência alimentar.
Anis estrelado é uma fruta colhida a partir de pequenas árvores verdes conhecidas como Illicum Verum. A árvore é nativa da China e tem sido usada há séculos como um tratamento para problemas digestivos. Sintomas como diarreia, náusea e constipação são comumente tratados com chá de anis estrelado. No entanto, o seu uso mais popular é o aumento do metabolismo e a promoção da perda de peso.

É rico em fibras, nutriente que ajuda no funcionamento do intestino e reduz a absorção de gordura e carboidratos. Isso acontece porque as fibras são digeridas mais lentamente, inibindo a produção de insulina. E quanto maior for o pico de insulina, mais facilmente a gordura será absorvida e acumulada, as fibras também aumentam a sensação de saciedade, fazendo a pessoa comer menos.
"Temos reserva de gordura no organismo, portanto, é um tecido que pode ser perdido em um percentual adequado, melhorando a saúde e a estética corporal", explica a nutricionista. E o ideal é que as pessoas percam até 4kg de gordura por mês, assim não será preciso uma dieta muito restritiva e será muito mais fácil a adesão e manutenção dessa reeducação alimentar, além de não desequilibrar o metabolismo.
RIO - Dietas têm muitos nomes, mas a única que leva a uma radical perda de peso é a vegetariana. E isto vale especialmente para quem nunca fez. Esta é a conclusão dos médicos americanos Susan E. Berkow e Neal Barnard, depois de analisarem 40 estudos diferentes relacionando hábitos vegetarianos e massa corporal. Os dois notaram que as mulheres vegetarianas pesam de 6% a 17% menos do que as que são carnívoras. E o mesmo vale para os homens: os que não comem carne são de 8% a 17% mais magros. INFOGRÁFICO: O prato do brasileiro
Boa parte das pesquisas realizadas com canela foram com uma quantidade que variou entre 1 e 6 gramas, o equivalente a meia ou até uma colher de chá, ao dia. Como estes valores mudam muito, é interessante consultar um médico ou nutricionista sobre a melhor porção do alimento para cada pessoa. Os chás de canela costumam ser preparados com a canela em pau. Saiba mais sobre chá de canela aqui
×