No te puedes fiar de nadie. La industria de la pérdida de peso (i.e. nutricionistas y gurús del fitness) te va a hacer creer que sus consejos son lo que se sabe que hay que hacer para adelgazar. Te darán detalles de cómo lo tienes que hacer, te hablarán de adherencia, te hablarán de que lo importante es que cambies tus hábitos de forma permanente, te dirán que tienes que perder el peso poco a poco y te dirán también que si dejas de seguir sus consejos recuperarás todo lo perdido. Y te van a ocultar los resultados reales a largo plazo de sus recomendaciones: te van a ocultar que sus consejos han fracasado sistemáticamente en los estudios científicos, cuando estos tienen suficiente duración. Si estás desinformado/a, te van a engañar y acabarás culpándote de no haber conseguido nada.

Há provas de que contribuem para o aumento do risco de doença cardíaca e cancro. "Carnes magras, pescado, laticínios magros e leguminosas têm uma digestão lenta e libertam gradualmente os amidos, o que lhes confere um índice glicémico mais baixo, tudo efeitos muito positivos, que se associam ao aumento da saciedade e à redução da produção de insulina", refere.
Para chegar a essa conclusão, pesquisadores da Universidade de Surrey, na Inglaterra, analisaram o impacto da dieta 5:2 – que consiste em comer normalmente cinco vezes por semana e ter uma alimentação muito restritiva duas vezes – na capacidade de metabolismo do corpo e na predisposição do organismo limpar a gordura e a glicose após uma refeição, em comparação com as dietas convencionais.

Outra consequência do jejum intermitente é que o metabolismo basal também não desacelera, como muitos pensam. “O metabolismo basal gasta a quantidade de calorias no dia que uma pessoa precisa para manter o mesmo peso. As pessoas acham que não comer vai desacelerar o metabolismo, ou seja, você vai queimar menos calorias. Mas um estudo mostrou que ele continua acelerado até em jejuns bastante longos.”
O consumo regular de chá oolong também impede a produção de novas células adiposas e ajuda o corpo a queimar gordura mais rapidamente. No geral, há poucas dúvidas de que o chá oolong não apenas ajuda a perder peso em curto prazo, mas também protege contra a obesidade com um aumento consistente do metabolismo, redução de gordura e redução da inflamação.

Esta é também uma ferramenta mais eficaz do que a restrição calórica em longo prazo, que, muitas vezes, pode causar danos ao metabolismo. A perda de peso geralmente vai de mãos dadas com a perda de músculo – e, como o tecido muscular é o que mais queima calorias, ter menos músculo leva a uma queda na capacidade do organismo para metabolizar os alimentos. O jejum intermitente, porém, mantém seu metabolismo funcionando sem problemas, ajudando você a manter a sua massa magra.
“El mensaje principal es que una dieta basada en vegetales puede ayudar a perder peso sin tener que contar calorías y sin el aumento gradual de su rutina de ejercicios”, dice Neal Barnard, MD, autor principal del estudio, el presidente del Comité de Médicos, y una profesor asociado adjunto de medicina en la Washington Escuela de medicina y Ciencias de la Salud de la Universidad George. “Esperamos que los proveedores de atención de la salud tomarán nota y prescribir este enfoque a los pacientes que buscan controlar su peso y la salud.”

Tendo em conta os benefícios para a saúde, a dieta é considerada adequada até para idosos. Diz-se que a eficácia está demonstrada em casos de obesidade e que a permissão de "alimentos que dão prazer" é um trunfo. Depois de se alcançar o peso ideal, deve jejuar-se só uma vez por semana. Quem começa já com um peso adequado deve comer alimentos mais calóricos nos dias sem jejum ou jejuar a cada oito ou dez dias.


Sou vegetariano já faz 8 anos.todos esses sintomas eu tive mais mesmo assim segue adiante. a mudança de não comer nenhum tipo de carne na verdade foi uma desilusão amorosa. Fiquei 3 meses morando sozinho e me parece uma preguiça fritar carne. Aí fiquei até hoje sem comer carne estou muito bem de saúde não fico doente faz tempo que não tenho uma gripe. Então você que não come carne igual a eu parabéns. E viva 100 % os vegetais.
Sabrina Sato passou 14 horas sem comer para estar em forma no Carnaval. A atriz Deborah Secco chegou a ficar 23 horas em jejum para perder o peso que ganhou na gravidez. Passar alguns períodos de tempo sem comer é visto com bons olhos por nutricionistas e especialistas da área, que têm sugerido aos seus pacientes períodos de jejum intermitente, seja para perder peso, realizar um detox e até mesmo para ter uma melhor qualidade de vida.
Não esqueçamos que esta abordagem da perda de peso não deve ser aplicada em todos os casos. É de salientar que nas primeiras 3-6 semanas, os níveis de apetite e de humor, bem como o estado psicológico de forma geral, ficam (bastante) alterados, podendo comprometer o cumprimento da dieta, mas, normalmente, no final desse período, elesregularizam. É, por isso, fundamental que a pessoa esteja totalmente preparada e mentalizada para esta estratégia e consciente do que ela implica.Ultrapassada a tal fase inicial, normalmente a sensação de fome deixa de ser entendida com o carácter de sacrifício e punição e passa a ser um objetivo a atingir e a superar. Poderá de facto ser um aliado muito importante na gestão do peso.
Gorduras puras como manteiga e óleo de coco podem ser adicionadas ao café, pela manhã, para ajudar na sensação de saciedade durante o jejum. "Mas não pode exagerar caso o objetivo seja perder peso”, alerta o especialista. "O paciente não deve tomar óleo de coco e manteiga em excesso porque o corpo irá queimar essa gordura antes de queimar a do próprio corpo. Tudo tem que ser ponderado. O ideal mesmo é beber o líquido puro."
A privação de comida não chega a ser uma novidade, apesar de soar assim. Por motivos de escassez, lá no tempo das cavernas, ou por razões religiosas, o homem foi (e ainda é) constantemente desafiado pelo jejum. Basta pensar no mês do Ramadã, quando os muçulmanos ficam sem comer desde o amanhecer até o pôr do sol durante cerca de 30 dias. Os cientistas, sempre curiosos, estão há décadas de olho nos efeitos da abstinência alimentar.
Dieta Vegetariana: A Dieta Vegetariana, assim como a maioria das dietas da moda, é normalmente feita sem o acompanhamento de profissionais. No entanto, por ocorrer tantas restrições alimentares é muito importante o acompanhamento médico presencial, que poderá avaliar a necessidade de suplementar algum nutriente, como ferro, vitamina B12, zinco, evitando carências nutricionais.
Deborah Secco, Sabrina Sato, Juliana Paes. O que essas famosas têm em comum, além do corpo seco e definido? Todas elas passaram muitas horas sem se alimentar para alcançar a boa forma. Conhecida como jejum intermitente, essa prática caiu no gosto das celebridades atrás de perder peso em tempo recorde. Mas, apesar de indicado por muitos nutricionistas, o jejum também coleciona críticas e ressalvas.
Mi experiencia con Alimenta ha sido muy buena, mi problema eran esos kilos que te llegan tras la menopausia y que por mucho que yo intentara que no fuesen a más no lo conseguía sola, acudí a vosotros y con ayuda de Adriana sus consejos, y todo mi esfuerzo para llevar una dieta más adecuada y con pautas mucho más saludables estoy consiguiendo el reto que me propuse en mayo, estoy contenta y me siento mucho mejor y con mas vitalidad.
Quando se trata de perder gordura, uma dieta vegetariana é duas vezes mais eficaz do que a carnívora. De acordo com novo estudo, publicado no periódico científico Journal of the American College of Nutrition, essa alimentação acelera o metabolismo reduzindo fatores de risco da síndrome metabólica e diabetes tipo 2, como contribui para o alcance da perda de peso almejada, melhora o controle da glicemia e aumenta a sensibilidade à insulina.

Para ter ideia, em trabalhos com animais que não comiam absolutamente nada durante 24 horas em dias alternados, Chausse reparou que, no período em que eles podiam se alimentar livremente, quase compensavam a fase da penúria. Na prática, é como se alguém ingerisse zero caloria em um dia e, no outro, em vez das habituais 2 mil calorias, devorasse incríveis 3 800. Apesar da fome desmedida, o pesquisador da USP percebeu que os bichos realmente estavam mais magrinhos ao fim da experiência.
Concordo com o depoimento de alguns colegas, quando alegam que as pessoas amam seus animais de estimação mas comem o demais, como se aqueles outros fossem feitos por Deus para serem comidos, da mesma maneira quando se pensava que a terra era quadrada, ou que a lua e as estrelas serviam apenas para iluminar a noite dos apaixonados ou que o sol girava em torno da terra. É muita hipocresia e de tamjanha infantilidade.
"A autonomia na escolha do que se come nos dias sem jejum, longe das amarras e dos sacrifícios permanentes, é apelativa e motivadora, podendo aumentar o nível de compromisso com a mudança. Do ponto de vista metabólico, tem efeitos positivos a nível da regulação da produção de insulina, uma hormona chave no processo de perda de peso, através da regulação do metabolismo do açúcar e da sua transformação em gordura a nível hepático", explica, no entanto, Miguel Rego.
A autofagia (do Grego auto-, significa “próprio“, e phagein, significa “comer“) é um processo no qual o organismo se recicla a si próprio, garantindo a energia e “material” para o restauro celular. A autofagia é um processo fundamental na resposta do organismo ao stress, na eliminação de bactérias e vírus após infecções, no desenvolvimento embrionário e diferenciação celular e na eliminação de proteínas “danificadas” (fundamental para combater o envelhecimento e doenças associadas). A perturbação da autofagia está associada a doenças como a diabetes tipo 2, Parkinson, entre outras.
É fundamental trocar periodicamente de treino, seja mudando completamente de exercícios ou aumentando a intensidade das séries que você já está acostumado a fazer, pois o seu corpo possui uma alta capacidade de adaptação. Se está a mais de um mês fazendo os mesmos exercícios todos os dias, você pode correr o risco de entrar num efeito platô e não conseguir queimar gordura corporal ou perder peso. Mantenha um diário de treino, para ter o controle dos exercícios que você faz mais frequentemente.
Tanto o gengibre quanto o chá de gengibre contam com substâncias termogênicas que tem a capacidade de aumentar a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e elevando a queima de gordura. É interessante fazer a infusão de pedaços de gengibre frescos. O chá de gengibre ainda ajuda no tratamento de gripes, tosses e resfriados. Ele também hidrata o corpo e ajuda a eliminar toxinas, o que irá contribuir ainda mais para o emagrecimento.
×