É rico em fibras, nutriente que ajuda no funcionamento do intestino e reduz a absorção de gordura e carboidratos. Isso acontece porque as fibras são digeridas mais lentamente, inibindo a produção de insulina. E quanto maior for o pico de insulina, mais facilmente a gordura será absorvida e acumulada, as fibras também aumentam a sensação de saciedade, fazendo a pessoa comer menos.

O Dr. Kahleová disse: “As dietas vegetarianas provaram ser dietas mais eficazes para a perda de peso. No entanto, também mostramos que uma dieta vegetariana é muito mais eficaz na redução da gordura muscular, melhorando assim o metabolismo. Essa descoberta é importante para as pessoas que estão tentando perder peso, incluindo aqueles que sofrem de síndrome metabólica e/ou diabetes tipo 2. Mas também é relevante para qualquer um que leve a sério seu controle de peso e queira permanecer magro e saudável “.[Science Daily]
Este blog é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em auto-experimentação com dieta paleo, e também por artigos traduzidos - estes produzidos por estudiosos do assunto. As opiniões expressas aqui, minhas ou de outros autores, não podem substituir as de seu médico. O que funciona bem para mim, pode não funcionar para outras pessoas. Se você escolher seguir alguma das opiniões aqui publicadas, faça-o com o conhecimento do seu médico!
O jejum intermitente é capaz de afetar o nível de alguns hormônios que estão diretamente ligados à obtenção de energia e podem ajudar a perder peso. A gordura corporal é a maneira do organismo armazenar energia. Quando não comemos nada, o corpo se adequa para tornar a energia armazenada mais acessível. Desta forma, ocorrem mudanças na atividade do sistema nervoso, bem como mudanças em vários hormônios cruciais para o funcionamento do organismo.
Mas a doutora Susan Berkow, PhD da Universidade de George Mason, de Washington D.C., faz um alerta: a dieta vegetariana só tem efeito de perda radical de peso para os carnívoros. Por que? Ela explica: como os vegetarianos são, em média, mais magros do que os carnívoros, para eles é muito mais difícil perder peso. Eles chegam a um ponto que, por defesa de seu organismo, não emagrecem mais.
Uma última consciente de observação para a dieta vegetariana plano de perda de peso é o consumo de soja. A soja é um bem comum e, por vezes, popular fonte de proteínas para vegetarianos, especialmente no delicioso Asiática. Mas muito de uma coisa boa pode causar problemas, e o excesso de consumo de soja tem sido ligado a distúrbios da tireóide e retardar a perda de peso. No entanto, isso não significa que você deve totalmente cortá-lo de sua dieta, porque ele fornece a proteína que você precisa. Em vez de levá-lo com moderação.
Para fazer a receita desse chá seca barriga você irá precisar derreter 10 colheres de sopa de açúcar e adicionar 1 litro de água, quando ele começar estiver a ponto de queimar. Em seguida adicione 5 cravos da índia, 2 paus de canela, semente e polpa de um maracujá e pedaços de 1 maçã. Mexa bem e deixe ferver por 10 minutos, desligue e beba ainda quente.

Planeje a ingestão de carboidratos. É nessa parte que as coisas ficam um pouco confusas, já que há muitas escolas diferentes de pensamento quando se trata desse assunto. A polêmica dieta de Atkins prega a eliminação de carboidratos, pois isso leva à queima de gordura, mas é insustentável e questionável por que recomenda que se corte 60% da energia preferida pelo corpo. Outras estratégias:
Quando se fala em emagrecer e queimar gordura, a primeira palavra que vem à cabeça da maioria das pessoas é dieta. Mas essa é exatamente a palavra que deve ser retirada do vocabulário, conforme explica Rodrigo Polesso, especialista em Nutrição Otimizada para Saúde e Bem-Estar pela Universidade Estadual de San Diego, Califórnia (EUA), e líder do movimento Tribo Forte. “O que você precisa é transformar seu metabolismo e definir um estilo de vida capaz de destreinar seu corpo a acumular gordura”, conta. A recomendação do especialista? Seguir estas 7 atitudes:

Sempre que se faz um jejum prolongado, a insulina, que é um hormônio que leva a energia ingerida para as células e assim gera potência para o trabalho, está baixa. Por essa razão, não é aconselhado para nenhuma pessoa ingerir altas doses de carboidratos simples ou até mesmo grandes volumes de comida (mesmo que seja alimento que julgamos saudável). O melhor é que se inicie o pós-jejum com poucos alimentos e que sejam de baixo índice glicêmico, se possível associados à uma porção pequena de proteínas com rápida absorção. Veja aqui como saber se um alimento tem baixo índice glicêmico.
Quem costuma fazer dietas conhece muito bem estes ingredientes, por serem alimentos termogênicos, ou seja, que elevam a temperatura do corpo e aceleram o metabolismo. Ao misturar uma colher de café de gengibre picado e meio pau de numa panelinha com uma xícara de água e deixar ferver por dez minutos, estarão a preparar um chá que aumenta a sensação de saciedade, reduz o apetite e ainda estimula a queima de gordura. Pode-se fazer um chá utilizando somente um deles, mas juntando-os estamos a potenciar os seus benefícios!
×