A massa muscular é um tecido nobre, do qual não temos estoque e que não devemos perder durante o emagrecimento, já que ele dá sustentação aos ossos, compõe os órgãos e é fundamental para manter o metabolismo sempre ativo. A gordura corporal, por sua vez, também é muito importante e tem sua função no organismo, mas seu excesso traz prejuízos à saúde, como doenças cardiovasculares, diabetes tipo II e hipertensão arterial. Por isso é que se a gente perde massa magra não se trata de um emagrecimento saudável.
Dieta Vegetariana: A Dieta Vegetariana é bastante restritiva, você terá que mudar radicalmente seus hábitos alimentares. Lembre-se que muitos alimentos como bolos, tortas, biscoitos podem apresentar em sua composição algum alimento de origem animal, ou seja, quem está seguindo essa dieta, não poderá ingeri-los. Você está preparado para deixar de comer alimentos que gosta?

Os chás têm agentes termogênicos, que aceleram o metabolismo e, assim, ajudam a emagrecer. A Dra. Maria Edna, da ABESO, ressalta, entretanto, que o chá verde o chá mate, por exemplo, contém substâncias que, se consumidas em excesso, podem fazer mal ao corpo. Na sua avaliação, o impacto dos chás no emagrecimento, em si, não é tão positivo a ponto de justificar o risco do consumo em grandes doses.
Mas cuidado: as palavras "vegan" e "vegetariano" apenas definem o que as pessoas que seguem esta dieta, não comem, enquanto por trás do conceito de 'dieta baseada em vegetais' se esconde a definição do que realmente é consumido. Por que dizer não aos produtos de origem animal, não significa necessariamente comer alimentos saudáveis, advertem os pesquisadores.
Antes de começar a dieta, você precisa decidir que tipo de vegetariano quer ser. Alguns vegetarianos comem laticínios, enquanto outros eliminam todos os subprodutos animais do cardápio de sua dieta vegetariana. Se você optar por incluir laticínios, as diretrizes alimentares do governo de 2010 podem ajudar a determinar quantas calorias devem vir dos vegetais e quantas você pode consumir.
Fontes: Antonio Herbert Lancha Jr., doutor em nutrição; Maria Edna de Melo, presidente do Departamento de Obesidade da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia); a nutricionista Patricia Davidson Haiat; Lara Natacci, nutricionista da SBAN (Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição) e Christian Cruz, nutricionista da clínica Equilibrium Consultoria.
Se você decidir se tornar vegetariano, você pode esperar um pequeno tempo de ajuste. Você pode sentir excesso de gases ou mesmo constipação quando fizer a mudança. Cólicas estomacais também são comuns. Isto se dá devido ao corpo estar se livrando do excesso de gordura e toxinas acumuladas pelas fontes de carne, algumas que podem estar contaminadas com hormônios de crescimento e outros produtos usados na indústria.
Essa é a questão real. Não há dúvida de que jejuar cause perda de peso por restrição calórica. Obviamente, quando você não come nada, seu corpo se volta para as próprias reservas de energia - reservas que ocupam espaço e tem massa. O esgotamento dessas reservas reduz a massa e por conseguinte, o peso. Restrição calórica total e absoluta. Essa é a razão elementar e os estudos dos anos 60 demonstram isso.
Tenha, no entanto, em conta que os alimentos com elevado índice glicémico provocam níveis altos de insulina, que "encorajam o corpo a armazenar gordura e aumentam o risco de cancro", justifica o autor. Além disso, quando a glicemia cai a pique, sente-se muita fome. É desaconselhado o boicote total dos hidratos de carbono e um elevado teor de proteínas permanentemente, uma vez que geram abandono da dieta.
2º Treino na academia(no horário que posso comer) e pedalo(em jejum durante 30 a 40 min.)meu objetivo é a hipertrofia e perda de gordura localizada apenas na região do abdômen. Tenho 1,71m de altura e peso 73kg. Meus “macros” por dia são de até 80g de gordura; 290g de carboidratos; 180g de proteína. Estou consumindo por volta de 50 a 80g de gordura por dia, 210 a 240g de carboidratos e 160 a 190g de proteínas por janela de alimentação(durante as 8 horas que posso me alimentar faço 4 refeições. Tudo pesado na balança). Já, a quantidade de calorias ingeridas por janela, fica por volta de 2000 até 2300. Isto posto, minha dúvida é se estou fazendo o correto pra perda de gordura localizada sem a perda de massa magra(músculos).

O limão tem muitos benefícios para a saúde. "Ele tem um forte poder antibiótico, antiviral e estimula o sistema imunológico. Seu poder de ajudar na digestão e em limpar o fígado auxilia a perda de peso. Ele contém muitas substâncias, em especial o ácido cítrico, cálcio, magnésio, vitamina C, bioflavonoides, pectina e limoneno, que promovem a imunidade e combatem infecções", afirma Sara.


Eu não sou especialista no assunto mas posso visualizar o que está errado. Alie o Jejum Intermitente à dieta low carb e à redução de calorias diárias. O erro está em comer carboidratos na janela e pior ainda arroz, feijão e bolacha água e sal. Pesquise por calculadora de taxa de metabolismo basal e procure ingerir bem menos calorias do que consome. Terá sempre que calcular a quantidade de energia ingerida através dos alimentos . Use a calculadora de calorias dos alimentos para isso. Eu comecei esse Jejum intermitente e perdi 5 Kg na primeira semana. Já estou no vigésimo terceiro dia e perdi 8 Kg . Menos do que eu imaginava pois dei umas recaídas e comi pão e sorvete em jejum. Mas se seguir a risca, a dieta funciona.
Em média, o peso que se perde durante o nosso programa de jejum e desintoxicação é entre 0,25kg e 0.5kg por dia. Algumas pessoas perdem mais, outras menos. Infelizmente, parece que aquelas pessoas mais desesperadas para perder peso, e que já tentaram muitos tipos de programas diferentes, acabam por ser aquelas com mais dificuldades em se livrarem dos quilos a mais. O nosso corpo é extremamente inteligente, e se já experimentou um ou mais programas de dietas, ele aprende a sobreviver com um mínimo de energia e quando é privado de alimentos entra num modo de sobrevivência e torna-se muito mais difícil perder peso.

O chá de hibisco é preparado com o cálice do botão seco da flor chamada Hibiscus Sabdariffa, que não é aquela espécie de hibisco normalmente encontrada nos jardins. Esta bebida evita o acúmulo de gordura. Uma pesquisa publicada no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional de Etnofarmacologia concluiu que o chá de hibisco é capaz de reduzir a adipogênese. Este processo consiste na maturação celular no qual as células pré-adipócitas se convertem em adipócitos maduros capazes de acumular gordura no corpo.

×